A dimensão ambiental no ensino de ciências em escolas de uma Unidade de Conservação

The environmental dimension of science teaching in schools within a Conservation Unit

Autores

Palavras-chave:

Temáticas ambientais, Currículo, Maranhão

Resumo

Dado o cenário de crise socioambiental vigente, é indispensável ao ensino de ciências exercer papel de instrumento de análise e de transformação da realidade. Nesta pesquisa, a Educação Ambiental Crítica é ferramenta para a superação de temáticas fragmentadas e desconectadas da sociedade, que ainda são características do ensino de ciências. De abordagem qualitativa, o estudo buscou compreender a dimensão ambiental nas disciplinas de Ciências e Biologia de escolas da Unidade de Conservação do Maracanã, no estado do Maranhão, a partir de entrevistas semiestruturadas com docentes de escolas da comunidade. Os resultados mostram que, majoritariamente, abordagens conservadoras são desenvolvidas nas escolas, mas há a percepção da urgência de mudanças e existem tentativas de abordagens ambientais críticas que, por sua vez, encontram obstáculos de diversas camadas curriculares ou paradigmáticas.

Palavras-chave: Temáticas ambientais; Currículo; Maranhão.

 

Abstract

Given the scenario of the current socio-environmental crisis, it is essential for science teaching to play the role of an instrument for analyzing and transforming reality. In this study, Critical Environmental Education is a tool for overcoming fragmented themes, which are still characteristic of science teaching and are disconnected from society. With a qualitative approach, the study sought to understand the environmental dimension in Science and Biology subjects in schools in the Maracanã Conservation Unit, in the state of Maranhão, based on semi-structured interviews with teachers from schools in the community. The results show that, for the most part, conservative approaches are developed in schools, but there is a perception of the urgency of change and there are attempts at critical environmental approaches which, in turn, meet obstacles from various curricular or paradigmatic layers.

Key words: Environmental themes; Curriculum; Maranhão.

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Graziela da Silva Dantas, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Mestre em Ensino de Ciências e Matemática pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática – PPECEM – (stricto sensu) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

E-mail: grzdantas@gmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-4624-3492.

 

Maria Consuelo Alves Lima, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Doutora, mestre e graduada em Física pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Pós-Doutora em Ensino e Práticas Culturais, pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professora titular do Departamento de Física da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática – PPECEM – (stricto sensu) da UFMA.

E-mail: mca.lima@ufma.br. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-2514-9069.

Referências

ALVES, Richard; FONSECA, Giselle. Transposição do rio São Francisco – o uso da controvérsia controlada como meio de promover aproximações entre o enfoque educacional CTS e Educação Ambiental Crítica. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 23, n. 3, p. 211-231, 2018.

ANDREOLI, Vanessa; CAMPOS, Marília Andrade. Contribuições da Educação Ambiental para o desenvolvimento comunitário local na Ilha do Mel (Paraná). Rev. Eletrônica Mestr. Educ. Ambient., Rio Grande, ed. esp. XVI Encontro Paranaense de Educação Ambiental, p. 132-149, 2017.

ANJOS, Jair Emanuel; FONSECA, Eril Medeiros; DUSO, Leandro. Sequência didática sobre agricultura familiar: limites e potencialidades para uma educação em ciência, tecnologia e sociedade. REnBio - Revista de Ensino de Biologia, Florianópolis, v. 14, n. 1, p. 579-597, 2021.

DIAS, Bárbara; BOMFIM, Alexandre. A “teoria do fazer” em Educação Ambiental Crítica: uma reflexão construída em contraposição à educação ambiental conservadora. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 8., 2011, Campinas. Anais […]. São Paulo: Universidade Estadual de Campinas, 2011.

FARIAS, Carmen; FREITAS, Denise. Educação ambiental e relações CTS: uma perspectiva integradora. Ciência & Ensino, Campinas, v. 1, n. esp., 2007.

GUIMARÃES, Mauro. A armadilha paradigmática na Educação Ambiental. In: LOUREIRO, Carlos; LAYRARGUES, Phillipe Pomier; CASTRO, Ronaldo (org.). Pensamento Complexo, Dialética e Educação Ambiental. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2011. p. 15-30.

GUIMARÃES, Mauro. Educação Ambiental Crítica. In: LAYRARGUES, P. P. (org.). Identidades da Educação Ambiental Brasileira. Brasília: Edições MMA, 2004. p. 25-35.

GUIMARÃES, Mauro. Por uma Educação Ambiental Crítica na sociedade atual. Revista Margens Interdisciplinar, Abaetetuba, v. 7, n. 9, p. 11-22, 2013.

HOFFMAN, Marilisa Bialvo; SCHIRMER, Saul. Relações entre Saberes Tradicionais e Ensino de Ciências: uma análise das produções dos ENPEC a partir do conceito de Memória Biocultural. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS (ENPEC), 13., 2021, [s. l.]. Anais [...]. Caldas Novas: ENPEC em Redes, 2021.

LAYRARGUES, Phillipe Pomier. Muito além da natureza: educação ambiental e reprodução social. In: LOUREIRO, Carlos; LAYRARGUES, Phillipe Pomier; CASTRO, Ronaldo (org.). Pensamento Complexo, Dialética e Educação Ambiental. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2011. p. 72-104.

LAYRARGUES, Phillipe Pomier; LIMA, Gustavo Ferreira. As macrotendências político-pedagógicas da educação ambiental brasileira. Ambiente & Sociedade, São Paulo, v. 17, n. 1, p. 23-40, 2014.

LEFF, Enrique. A complexidade ambiental. ambientalMENTEsustentable, Coruña, v. 1, n. 3, p. 7-17, 2007.

LEFF, Enrique. Racionalidad ambiental y diálogo de saberes: sentidos y senderos de un futuro sustentable. Desenvolvimento e Meio Ambiente, Curitiba, n. 7, p. 13-40, 2003.

LIMA, Gustavo Ferreira. Educação Ambiental Crítica: do socioambientalismo às sociedades sustentáveis. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 35, n. 1, p. 145-163, 2009.

LOUREIRO, Carlos Frederico. Educação Ambiental: questões de vida. São Paulo: Cortez, 2019.

LOUREIRO, Carlos Frederico. Teoria Crítica. In: FERRARO-JÚNIOR, Luiz Antonio. (org.). Encontros e Caminhos: formação de educadoras(es) ambientais e coletivos educadores. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2005. p. 324-332.

LOUREIRO, Carlos Frederico; ANELLO, Lúcia. Educação ambiental no licenciamento: aspectos teórico-metodológicos para uma prática crítica. In: PEDRINI, A; SAITO, C. (org.). Paradigmas metodológicos em educação ambiental. Petrópolis: Vozes, 2014.

LOUREIRO, Carlos Frederico; LIMA, Jacqueline Girão Soares de. Educação ambiental e educação científica na perspectiva Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS): pilares para uma educação crítica. Acta Scientiae, Canoas, n. 1, v. 11, p. 88-100, 2009.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 2. ed. Rio de Janeiro: E.P.U., 2020.

LUZ, Rodrigo. Interfaces entre a educação ambiental e a educação CTS e CTSA no Brasil: possibilidades e limitações. 2019. 162 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências) – Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas, Universidade Estadual de Santa Cruz, Ilhéus, 2019.

LUZ, Rodrigo; QUEIROZ, Marcelo; PRUDÊNCIO, Christiana. CTS ou CTSA: O Que (Não) Dizem as Pesquisas sobre Educação Ambiental e Meio Ambiente? ALEXANDRIA, Florianópolis, v. 12, n. 1 p. 31-54, 2019.

MARTÍNEZ-PÉREZ, Leonardo. Questões sociocientíficas na prática docente: ideologia, autonomia e formação de professores. São Paulo: Editora UNESP, 2012.

MARTINS, Isabel; PAIXÃO, Maria de Fátima. Perspectivas atuais Ciência-Tecnologia-Sociedade no ensino e na investigação em educação em ciência. In: SANTOS, W.; AULER, D. (org.). CTS e educação científica: desafios, tendências e resultados de pesquisa. Brasília: Universidade de Brasília, 2011. p. 135-160.

ROSA, Teresa; MENDONÇA, Marcos; MONTEIRO, Túlio; SOUZA, Ricardo; LUCENA, Rejane. A educação ambiental como estratégia para a redução de riscos socioambientais. Ambiente e Sociedade, São Paulo, v. 18, n. 3, p. 212-230, 2015.

SOARES, Ana Maria; GUIMARÃES, Mauro. Caminhos trilhados. In: GUIMARÃES, M. (org.). Educação ambiental e a “comvivência pedagógica”: emergências e transformações no século XXI. Campinas: Papirus, 2021.

VASCONCELLOS, Maria das Mercês; QUEIROZ, Glória; GUIMARÃES, Mauro; CAZELLI, Sibelle. A perspectiva crítica aproximando os campos da educação ambiental e da educação em ciência. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 5. 2005, Bauru. Anais [...]. Bauru: ABRAPEC, 2005.

Downloads

Publicado

04/06/2024
Métricas
  • Visualizações do Artigo 93
  • pdf downloads: 18

Como Citar

DA SILVA DANTAS, G.; ALVES LIMA, M. C. A dimensão ambiental no ensino de ciências em escolas de uma Unidade de Conservação: The environmental dimension of science teaching in schools within a Conservation Unit. Revista Cocar, [S. l.], v. 20, n. 38, 2024. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/8098. Acesso em: 12 jul. 2024.