A temática da educação segundo Marx e Engels: um estudo do Manifesto do Partido Comunista de 1848

The theme of education according to Marx and Engels: a study of the 1848 Manifesto of the Communist Party

Autores

Resumo

Neste artigo, apresentamos a concepção de educação, no pensamento de Marx e Engels, a partir de um estudo sobre o Manifesto do Partido Comunista (1848). Como metodologia, utilizamos a pesquisa bibliográfica. O intuito foi responder à seguinte pergunta: “Qual a concepção de educação, para Marx e Engels, encontrada a partir da leitura do Manifesto Comunista?” e analisamos a resposta contida na referida obra. A educação, para Marx e Engels, não é tratada de forma abstrata, isolada, apartada do mundo real, como uma ideia separada do objeto. A temática da educação aparece totalmente articulada com a sociedade. Para os autores do Manifesto Comunista, a educação acompanha o próprio movimento histórico, econômico, político, cultural e social do seu tempo. Por fim, a educação, para os autores, também se relaciona com o mundo do trabalho. Assim, o trabalho ganha, nessa relação, um sentido positivo, pois, naquele contexto, é indicado para o processo educacional de todas as crianças, a fim de contribuir com a transformação radical do modo de produção capitalista.

Palavras-chave: Educação; Manifesto Comunista; Marx e Engels.

 

Abstract:

This article aims to present the conception of education in the thought of Marx and Engels, based on a study of the Communist Party Manifesto (1848). As methodology, we used bibliographical research. We tried to answer the following question: "what is the conception of education, for Marx and Engels, that we can find from the reading of the Communist Manifesto?" and we analyzed the answer found in that work. Education, for Marx and Engels, is not treated in an abstract way, isolated, detached from the real world, as an idea separated from the object. The theme of education appears fully articulated with society. For the authors of the Communist Party Manifesto (1848), education follows the very historical, economic, political, cultural, and social movement of their time. Finally, for the authors, education is also related to the world of work. Thus, work in this relationship gains a positive meaning, because, in that context, it is indicated for the educational process of all children in order to contribute to the radical transformation of the capitalist mode of production.

Keywords: Education; Communist Manifesto; Marx and Engels.

 

Biografia do Autor

José Salvador de Almeida, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ

Doutorando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (PPGE-UECE). Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Ceará (PPGE-UFC). Possui graduação em História pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (2012). Estudante do curso de Bacharelado em Filosofia pela Universidade Federal do Ceará (2019). Membro do Grupo de Estudos Marxistas (GEM/UFC), vinculado ao Eixo Marxismo, Teoria Crítica e Filosofia da Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Ceará (PPGE-UFC). Membro do Grupo de Pesquisa Ontologia do Ser Social, História, Educação e Emancipação Humana (GPOSSHE). Atualmente é bolsista vinculado a Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNCAP) e desenvolve suas pesquisas nas áreas de História da educação, filosofia da educação, marxismo e teoria crítica da educação.

E-mail: salvadoralmeida002@gmail.com   ORCID: https://orcid.org/0000-0002-1036-8381

 

Frederico Jorge Ferreira Costa, Universidade Estadual do Ceará

Graduado em Direito pela Universidade Federal do Ceará (1996), Mestre em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará (2000) e Doutor em Educação pela Universidade Federal do Ceará (2007). Em 2016-2017 fez estágio pós-doutoral em Filosofia Política na Universidade Federal do Ceará (UFC). Atualmente é professor adjunto da Faculdade de Educação de Itapipoca da Universidade Estadual do Ceará – FACEDI/UECE, professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará – PPGE/UECE, professor do Mestrado Acadêmico em Serviço Social, Trabalho e Questão Social da Universidade Estadual do Ceará – MASS/UECE, membro do conselho editorial da Revista Outubro (São Paulo) – ISSN 1516-6333 e Coordenador-geral do Instituto de Estudos e Pesquisas do Movimento Operário. Líder do Grupo de Pesquisa Ontologia do Ser Social, História, Educação e Emancipação Humana (GPOSSHE).  

E-mail: frederico.costa@uece.br   ORCID: https://orcid.org/0000-0002-8357-4557

Downloads

Publicado

22/06/2022

Edição

Seção

Artigos