Os etnosaberes quilombolas sobre o uso das plantas medicinais no contexto escolar em turma da EJA

The ethnosaberes of quilombolas in the use of medicinal plants in the school context in the EJA class

Autores

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar um recorte dos resultados, de pesquisa em nível de Mestrado em Educação. Busca evidenciar os saberes e fazeres das mulheres matacavalenses no cultivo e uso das plantas medicinais como alternativa para os cuidados primários de saúde, bem como compreender como a escola tem valorizado estes saberes no currículo. Se ancora na abordagem qualitativa e método etnográfico. Teoricamente apoia-se nas teorias pós-coloniais, e teorias críticas da educação e do currículo. Os instrumentos utilizados para coletar os dados foram: a observação participante, a entrevista semiestruturada e registro de diário de campo. Os resultados apontam a existência de múltiplos saberes, fazeres e usos ancestrais de plantas e ervas medicinais cultivadas na comunidade de Mata Cavalo, pelas mulheres, e que a escola tem procurado valorizar esse legado no seu fazer pedagógico.

Palavras-chave:  Educação escolar quilombola; Etnosaberes; Plantas medicinais

 

Abstract

This article aims to present the results of a research cut at the master’s level in Education. It seeks to highlight the knowledge and practices of women from Matacavalense in the cultivation and use of medicinal plants as an alternative to primary health care, as well as to understand how the school has valued this knowledge in the curriculum. It is anchored in the qualitative approach and ethnographic method. It is anchored in post-colonial theories, and critical theories of education and curriculum. The instruments used to collect the data were: participant observation, semi-structured interview and field diary registration. The results point to the existence of multiple knowledge, practices and ancestral uses of medicinal plants and herbs cultivated in the community of Mata Cavalo, by women, and that the school has sought to value this legacy in its pedagogical practice.

Keywords: Quilombola School Education; Etnosaberes; Medicinal plants

 

Biografia do Autor

Suely Dulce de Castilho, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutora em Educação e Currículo pela PUC-SP; professora e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso; Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Quilombola/GEPEQ/IE/UFMT. Email: castilho.suely@gmail.com  Orcid: https://orcid.org/0000-0002-8070-7174

 

Rosangela de Campos Silva, SEDUC/MT; GEPEQ/UFMT

Mestre em Educação, pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso; professora da Escola Estadual quilombola Tereza Conceição de Arruda Mata Cavalo/SEDUC/MT; pesquisadora do GEPEQ/IE/UFMT. Email: rosangela.campos@hotmail.com  Orcid:  https://orcid.org/000-0002-0659-5725

 

Downloads

Publicado

31/03/2022

Edição

Seção

Artigos