A campanha “Agro: a indústria-riqueza do Brasil”: análise à luz da educação ambiental crítica

The “Agro: a indústria-riqueza do Brasil” campaign: analysis in the light of critical environmental education

Autores

Resumo

Esta pesquisa investigou, sob a perspectiva da educação ambiental crítica, como a campanha “Agro: a indústria-riqueza do Brasil”, cujo slogan é “Agro é tech, Agro é pop, Agro é tudo”, veicula mensagens sobre o agronegócio brasileiro e quais são elas. Foi realizado um levantamento das peças transmitidas, do início da campanha em junho de 2016 até abril de 2020, e utilizados referenciais metodológicos da análise fílmica e da análise de conteúdo. A principal estratégia identificada foi a argumentação. A campanha transmite uma visão positiva do agronegócio, que é apresentado como um setor moderno, produtivo, sustentável e indispensável para a economia e a vida das pessoas. Atividades pedagógicas na perspectiva crítica podem utilizar esse material para explicitar as contradições do modelo de produção do agronegócio e para compreender o papel da publicidade na manutenção do status quo.

Palavras-chave: Propaganda; Educação ambiental crítica; Agronegócio

 

Abstract

This research investigated, from the perspective of critical environmental education, how the campaign “Agro: a indústria-riqueza do Brasil”, of which slogan “Agro é tech, Agro é pop, Agro é tudo”, conveys messages about Brazilian agribusiness and what they are. A survey was carried out of the ad pieces broadcasted, from the beginning of the campaign on June 2016 to April 2020, and methodological references of film analysis and content analysis were used. The main strategy identified was argumentation. The campaign conveys a positive vision of agribusiness, presented as a modern, productive, sustainable and essential sector for the  economy and people's lives. Pedagogical activities from a critical vantage point can use this material to make explicit the contradictions of the agribusiness production model and to understand the role of publicity as a maintainer of the status quo.

Keywords: Publicity; Critical environmental education; Agribusiness

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joyce Pereira dos Santos, Laboratório de Divulgação Científica e Ensino de Ciências (LABDEC)

Bacharel em Ecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011) e licenciada em Ciências Biológicas pela mesma instituição (2015). Possui especialização em Análise Ambiental e Gestão do Território pela Escola Nacional de Ciências Estatísticas - ENCE/IBGE (2016) e mestrado em Ciência, Tecnologia e Educação pelo Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - CEFET/RJ (2020). É professora de Ciências na rede pública do município de Duque de Caxias, RJ e pesquisadora colaboradora do Laboratório de Divulgação Científica e Ensino de Ciências (LABDEC). E-mail: joyce.ciencias.prof@gmail.com ORCID: https://orcid.org/0000-0002-2022-9326

 

Marcelo Borges Rocha, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ)

Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000), Mestrado em Educação em Ciências e Saúde - Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003) e Doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011). Atua como professor no Ensino Superior e no Programa de Pós Graduação em Ciência, Tecnologia e Educação do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ). Coordenador do Laboratório de Divulgação Cientifica e Ensino de Ciências (LABDEC). E-mail: rochamarcelo36@yahoo.com.br ORCID: https://orcid.org/0000-0003-4472-7423

Downloads

Publicado

03/02/2023
Métricas
  • Visualizações do Artigo 629
  • pdf downloads: 220

Como Citar

PEREIRA DOS SANTOS, J.; BORGES ROCHA, M. A campanha “Agro: a indústria-riqueza do Brasil”: análise à luz da educação ambiental crítica: The “Agro: a indústria-riqueza do Brasil” campaign: analysis in the light of critical environmental education. Revista Cocar, [S. l.], v. 18, n. 36, 2023. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/5785. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)