PROFISSÃO DOCENTE: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE FUTUROS PROFESSORES

Autores

  • Laeda Bezerra Machado laeda01@gmail.com
  • Thaiz Reis Albuquerque de Castro thaizcastro@hotmail.com

Resumo

O artigo analisa as representações sociais da profissão docente construídas por estudantes em processo de finalização do curso de Pedagogia. O referencial orientador do trabalho é a Teoria das Representações Sociais, na perspectiva societal de W. Doise. Aplicou-se um questionário a 44 estudantes concluintes do curso de Pedagogia de três instituições (uma pública e duas particulares) de Recife e região metropolitana. Fez-se uma análise de conteúdo, correlacionando semelhanças e variações nas respostas. Os resultados revelaram que os participantes compartilham elementos relacionados ao "mal-estar docente". Como variações detectou-se entre os estudantes da instituição pública uma carga maior de negatividade e pessimismo para com o curso. Por outro lado, os participantes de instituições privadas revelaram uma maior disposição para o exercício da docência. Os resultados sinalizam para um problema que compromete a educação das próximas gerações. Políticas educacionais não podem ignorar o desânimo e pessimismo dos futuros professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

28/06/2016
Métricas
  • Visualizações do Artigo 115
  • PDF downloads: 111

Como Citar

MACHADO, L. B.; DE CASTRO, T. R. A. PROFISSÃO DOCENTE: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE FUTUROS PROFESSORES. Revista Cocar, [S. l.], v. 10, n. 19, p. 361–381, 2016. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/799. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos