Sensibilidade versus acessibilidade: o debate em foco

Autores

  • Joana Célia do Socorro Gomes de Andrade Martins martins.joanac@yahoo.com.br
    SEMEC
  • Josebel Akel Fares belfares@uol.com.br
    UEPA

Resumo

Resumo

O artigo "Sensibilidade versus acessibilidade: o debate em foco" apresenta uma discussão teórica acerca da importância da acessibilidade literária para pessoas com deficiência visual na perspectiva de uma educação do sensível. Na construção da escrita foi utilizada uma parte da pesquisa de mestrado intitulada "Lamparina para cegos: literatura acessível na Amazônia", da qual participaram 10 pessoas com deficiência visual, sendo 07 com cegueira e 03 com baixa visão, com faixa etária variando entre 10 e 50 anos. A pesquisa adotou uma abordagem qualitativa em uma perspectiva etnossociológica e utilizou os métodos "Narrativas de vida" e "Estética da Recepção" da obra literária "A história das crianças que plantaram um rio", de Daniel da Rocha Leite, em formato de livro falado. Os resultados revelaram uma carência de obras literárias acessíveis, bem como de recursos didáticos e pedagógicos adaptados que viabilizem a formação cultural, escolar e acadêmica de pessoas com deficiência visual na Amazônia paraense.

Palavras-chave: Sensibilidade. Deficiência visual. Acessibilidade.

"

Sensitivity versus accessibility: the debate in focus

"

Abstract

This article presents a theoretical discussion about the importance of literary accessibility for people with visual impairment in the perspective of an education of the sensitive. In the construction of the writing was used a part of the master's research entitled "Lamparina para cegos: literatura acessível na Amazônia", in which ten individuals with visual impairment participated, being seven with blindness and three with low vision, with age range varying between 10 and 50 years. The research adopted a qualitative approach in an ethno-sociological perspective and used the methods "Narratives of life" and "Reception Aesthetics" of the literary work "A história das crianças que plantaram um rio", by Daniel da Rocha Leite, in an audiobook format. The results revealed a lack of accessible literary works, as well as adapted didactic and pedagogical resources that enabled the cultural, and academic formation of visually impaired people in the Amazon region of Para.Keywords: Sensitivity. Visual impairment. Accessibility."

"

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joana Célia do Socorro Gomes de Andrade Martins, SEMEC

Mestre em Educação pela Universidade do Estado do Pará (UEPA), integrante do Núcleo de Pesquisa Culturas e Memórias Amazônicas (CUMA). Atualmente é professora do Centro de Referência em Inclusão Educacional Gabriel Lima Mendes (CRIE-SEMEC), tem experiência na área da Educação Inclusiva com ênfase em Deficiência Visual. E-mail: martins.joanac@yahoo.com.br

Josebel Akel Fares, UEPA

Doutora em Comunicação e Semiótica: Intersemiose na Literatura e nas Artes pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), possui estágio Pós-Doutoral em Educação (PUC-RS), professora titular da Universidade do Estado do Pará/Departamento de Língua e Literatura e Programa de Pós-Graduação (mestrado) em Educação, coordena o Núcleo e o Grupo de pesquisa Culturas e Memórias Amazônicas (CUMA-UEPA), participa do Centro de Estudos da Oralidade (PUC-SP), do Estudos de Narrativas na Amazônia (UFPA), todos filiados ao Diretório dos Grupos de Pesquisa do Brasil (CNPQ). Membro de entidades científicas, tais como a Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Letras e Linguística (ANPOLL/ GT de Literatura Oral e Popular), a Associação de Pesquisa e Pós Graduação em Educação (ANPED) e a Associação Brasileira de Literatura Comparada (ABRALIC). E-mail: belfares@uol.com.br

Downloads

Publicado

16/09/2017
Métricas
  • Visualizações do Artigo 327
  • PDF downloads: 145

Como Citar

MARTINS, J. C. do S. G. de A.; FARES, J. A. Sensibilidade versus acessibilidade: o debate em foco. Revista Cocar, [S. l.], v. 11, n. 21, p. 209–229, 2017. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/1289. Acesso em: 17 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos