...E o sino parou de tocar! Como a educação em saúde ajudou a salvar vidas no sertão cearense

Autores

  • Francikely da Cunha Bandeira
  • Luiz Gonzaga Gonçalves

Resumo

... And the bell stopped ringing! How health education helped saving lives in the cearense scrubland

Resumo

Na década de 1980, o Ceará tinha uma das maiores taxas de mortalidade infantil do Nordeste, com 102 mortes em cada 1.000 nascidos vivos. O objetivo deste texto é destacar como iniciativas educativas contribuíram para salvar a vida de centenas de crianças. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, centrada nos aspectos da realidade semiárida e nas altas taxas de mortalidade infantil, entre as décadas de 1970 e 1990. Diante de uma intensa seca (1979-1983), um médico sanitarista e uma assistente social iniciaram uma experiência no município de Jucás, com agentes de saúde, baseada no pressuposto de que ações preventivas e medidas simples seriam eficazes para enfrentar a desnutrição infantil. Observou-se que as ações resultaram na queda da desnutrição e do número de óbitos.

Palavras chave: Educação em saúde.  Mortalidade infantil.  Promoção da saúde.

Abstract

In the 1980s, Ceará had one of the highest infant mortality rates in the Northeast, with 102 deaths per 1,000 live births. The purpose of this text is to highlight how educational initiatives have contributed to saving the lives of hundreds of children. This is a bibliographic research, focused on aspects of the semi-arid reality and the high infant mortality rates, between the 1970s and 1990s. In the face of an intense drought (1979-1983), a sanitary doctor and a social worker initiated an experience in the municipality of Jucás, with health agents, based on the assumption that preventive actions and simple measures would be effective to face child malnutrition. It was observed that the actions resulted in a decrease in malnutrition and in the number of deaths.

Keywords: Health Education. Child mortality. Health Promotion.

Biografia do Autor

Francikely da Cunha Bandeira

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) na linha de pesquisa Educação Popular; Mestre em Educação pela UFPB na mesma linha de pesquisa (2017). Possui licenciatura e graduação em Filosofia (2009) e licenciatura em Pedagogia (2013), ambas pela UFPB. Estuda entre outras coisas, processos educativos populares e a categoria Agentes Comunitários de Saúde à luz da educação popular; E-mail: kely01kely@hotmail.com    Orcid: https://orcid.org/0000-0003-4674-1560             

 

Luiz Gonzaga Gonçalves

Professor Titular e voluntário, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Atua na Pós-graduação em Educação, na linha de pesquisa Educação Popular, UFPB. É pós-doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); mestre em Educação pela Universidade Federal da Paraíba (1995); doutor em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba (2003) e graduado em Filosofia e em Pedagogia pela UNISAL, Unidade do Vale do Paraíba (1977). Estuda educação de jovens e adultos, saberes populares e processos de aprendizagem através do paradigma indiciário; E-mail: luggoncalves@uol.com.br   Orcid: https://orcid.org/0000-0003-4752-1279

Downloads

Publicado

05/05/2020

Edição

Seção

Artigos