Trabalho docente/saúde autopercebida das professoras dos Centros de Ensino de Educação Especial do Maranhão

Autores

  • Creuza Maria Costa Lázaro creuzalazaro@uol.com.br
    Universidade Federal do Maranhão
  • Maria Alice Melo ma.melo@terra.com.br
    Universidade Federal do Maranhão

Resumo

Este artigo se insere nas discussões atuais sobre o trabalho docente e objetiva analisar os reflexos da reorganização do trabalho docente e sua relação com o perfil saúde/doença autopercebida das professoras de Centros de Ensino de Educação Especial. Com as mudanças ocorridas no mundo do trabalho e suas repercussões no trabalho docente, discutimos os fatores organizacionais e laborais enquanto facilitadores de adoecimento de docentes. É uma pesquisa de caráter quanti-qualitativo, envolvendo 25% das professoras de cada Centro. Procedimentos investigativos utilizados: pesquisa bibliográfica, análise documental, entrevista semiestruturada e um questionário genérico de avaliação validada da qualidade de vida: Medical Outcomes Study 36 Short-Form Helth Survey (SF-36). Os dados do questionário tiveram tratamento estatístico e foram analisados comparativamente com as entrevistas. Concluímos que a reorganização do trabalho com seus reflexos no trabalho docente não conseguiu, nesse momento, afetar diretamente a saúde das professoras dos Centros de Ensino de Educação Especial do Maranhão.

Palavras-Chave: Trabalho docente. Perfil saúde/doença. Educação Especial."

Teaching work/helth perceived by the teachers from the Learning Centers of Special Education in Maranhão

This article is part of the current discussions about the teaching work and aims to analyze the effects of the reorganization of teachers' work and their relationship with the health / disease profile self-perceived by the teachers from Centres of Special Education. With the changes in the labor world and its impact on teaching, we discuss the organizational factors and work as facilitators of illness of teachers. It is a quantitative and qualitative research, involving 25 % of the teachers from each center. Investigative procedures used: literature review, document analysis, semi-structured interviews and a questionnaire of validated assessment of quality of life: "Medical Outcomes Study Short-Form 36 Health Survey (SF -36)." The questionnaire data were statistically treated and analyzed in comparison with the interviews. We concluded that the reorganization of work with their reflections in teaching could not at that time, directly affect the health of the teachers from Centres of Special Education in Maranhão.

Keywords: Teacher work. Health / disease profile. Special Education.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

07/05/2014
Métricas
  • Visualizações do Artigo 112
  • PDF downloads: 104

Como Citar

LÁZARO, C. M. C.; MELO, M. A. Trabalho docente/saúde autopercebida das professoras dos Centros de Ensino de Educação Especial do Maranhão. Revista Cocar, [S. l.], v. 7, n. 14, p. 90–101, 2014. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/284. Acesso em: 19 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos