Pesquisa narrativa e (auto)biográfica na formação de professores de ciências dos anos iniciais: aspectos teóricos e metodológicos

Narrative and (auto)biographical research in the training of primary science teachers: theoretical and methodological aspects

Autores

Palavras-chave:

Ano Iniciais, Pedagogia, Saberes Docentes

Resumo

Este artigo analisa o estado da arte acerca da pesquisa narrativa e (auto)biográfica, bem como da formação de professores para o ensino de ciências nos anos iniciais do ensino fundamental. Os objetivos foram conhecer os aportes teóricos e metodológicos adotados por essas pesquisas e registrar o que essas investigações mostraram a respeito da formação de professores para o ensino de ciências nos anos iniciais. As pesquisas pautam-se por um contar, sendo calcadas na subjetividade. A Análise Textual Discursiva foi a metodologia de análise mais presente nas pesquisas analisadas, em conjunto com procedimentos como diários de campo e entrevistas semiestruturadas.  Identificamos a existência, na formação para o ensino de ciências, de um anseio por formações continuadas que atendam às reais necessidades docentes.

Palavras-chave: Anos Iniciais; Pedagogia; Saberes Docentes.

 

Abstract

This article analyses the state of the art in narrative and autobiographical research, as well as in teacher training for science education in the early years of elementary school. The aim was to understand the theoretical and methodological contributions adopted by these research studies and to document what these investigations reveal about teacher training for science education in the early years of elementary school. It was observed that these research studies tend to prioritize storytelling grounded in subjectivity. Textual Discourse Analysis was the main analysis methodology of the research studies, as well procedures such as reading field diaries, and semi-structured interview. We identified a desire for ongoing training that meets the real needs of science education by teachers.

Keywords: Primary Education; Pedagogy; Teaching Knowledge.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Feitoza de Oliveira, Universidade do Estado do Amazonas

Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal do Amazonas. Mestranda em Educação e Ensino de Ciências na Amazônia pela Universidade do Estado do Amazonas. ORCID: https://orcid.org/0009-0008-2333-2012   E-mail: ffdo.mca22@uea.edu.br

Maria Clara Silva-Forsberg, Universidade do Estado do Amazonas

Doutora em Ciências Ambientais. Professora Permanente do PPGEEC/UEA e PPGECEM da REAMEC; Professora Associada da Universidade do Estado do Amazonas - UEA. Pesquisadora do GEPEC/UEA. ORCID: 0000-0001-8924-2433    E-mail: cforsberg@uea.edu.br

Referências

ALBERTI, V. História Oral: a experiência do CPDOC. Rio de Janeiro: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, 1989.

ALBERTI, V. Manual de história oral. 3. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2013.

ARAÚJO, C. S. O. D.; FERST, E. M.; VILELA, M. V. F. Diferença entre estado da arte e estado do conhecimento. In: Magalhães Júnior, C.A.D.O., & Batista, M.C. (Orgs.). Metodologia da Pesquisa em Educação e Ensino de Ciências. Massoni, p. 71-85, 2021.

ARAÚJO, R. L.; GONÇALVES, T. V. O. Saberes ambientais de professoras ilhoas de Belém do Pará: Percepções e práticas docentes. Amazônia – Revista de Educação em Ciências e Matemática. v. 8, n. 15, p. 1-13, 2011.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 3. ed. São Paulo. Edições 70, 2016.

BISOGNIN, T. Educação Científica na Infância: formação de pedagogos por meio do ensino colaborativo. 2021. (Dissertação de Mestrado). Universidade Franciscana, 2021.

BRASIL. Resolução CNE/CP Nº 1, de 15 de maio de 2006. Brasília, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018.

BRITO, M. R.; RAMOS, M. N. C. Quando o ensino e aprendizagem em ciências são atravessados pelo acontecimento: novas modulações, novos problemas. Areté: Revista Amazônica de Ensino de Ciências. v. 7, n. 13, p. 170-180, 2014.

BUENO, B.O. O método autobiográfico e os estudos com histórias de vida de professores: A questão da subjetividade. Revista Educação e Pesquisa, v. 28, n.1, p. 11-30, 2002.

CAJUEIRO, D.D.D.S; PINA, E.A.D; GONÇALVES, T.V.O. Reflexão sobre a ação: experiências formativas de professores sobre a aprendizagem escolar. Revista de Educação em Ciências e Matemática, v. 17, n. 39, p. 61-72, 2021.

CASEY, K. (1995). The new narrative research in education. In: Apple, M. (Org.). Review of research in education. AERA, p. 211-253, 1995.

CAVALCANTE, A. E. D. P.; FRAIHA-MARTINS, F. Narrativas de professoras que ensinam ciências nos anos iniciais: marcas de práticas e processos formativos na docência. In: XII ENPEC/ABRAPEC – Atas do XII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Natal/RN, p. 1-8, 2019.

CHAVES, S. N. Da tomada de consciência à invenção de si: uma trajetória na pesquisa narrativa e autobiográfica. In: FEITOSA, R. A.; SILVA, S. A. da. Metodologias emergentes na pesquisa em ensino de ciências. Porto Alegre, RS, Editora Fi, p. 45-73, 2018.

CRESWELL, J. W. Investigação Qualitativa e Projeto de Pesquisa: Escolhendo entre cinco abordagens. Editora Penso, 2014.

CLANDININ, D. J.; CONNELLY, F. M. E. Relatos de Experiência e Investigación Narrativa. In Larrosa, J. (Org.). Déjame que te cuente: Ensayos sobre narrativa y educación. Editorial Laertes, 1995.

CLANDININ, D. J.; CONNELLY, F.M. Pesquisa Narrativa: Experiência e História em Pesquisa Qualitativa. Trad: Grupo de Pesquisa Narrativa e Educação de Professores ILEEL/UFU. EDUFU, 2000.

COUTO, M. E se Obama fosse africano? E outras interinvenções – Ensaios –. São Paulo: Companhia da Letra, 2011.

DIAS, V.M.T. Constituindo-se educador ambiental: um estudo das narrativas de professores que fazem educação ambiental na escola. 2012. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Rio Grande, 2012.

ENZWEILER, M.P. Ensino de Ciências Naturais: percepção e concepção de pedagogos de Brasnorte/MT. 2018. (Dissertação de Mestrado). Universidade do Estado de Mato Grosso, 2018.

FERRAROTTI, F. Sobre a autonomia do método biográfico. In: NÓVOA, António; FINGER, Matthias (Orgs.) O método (auto)biográfico e a formação. Lisboa: Ministério da Saúde. Depart. de Recursos Humanos da Saúde/Centro de Formação e Aperfeiçoamento Profissional, p. 17-34, 1988

FERREIRA, S.; GONÇALVES, T. V. O. A simetria invertida como possibilidade de constituição do professor reflexivo. In: XII ENPEC/ABRAPEC – Atas do XII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Natal/RN, p. 1-7, 2019.

FREITAS, L. M.; GHEDIN, E. L. Narrativas de Formação: Origens, significados e usos na pesquisa-formação de professores. Revista Contemporânea de Educação. v. 10, n. 19, p. 111-131, 2015.

GATTI, B.A. Formação de professores no Brasil: Características e problemas. Educação & Sociedade, v. 31, n. 113, p. 1355-1379, 2010.

GHEDIN, E. Professor reflexivo: Da alienação da técnica à autonomia da crítica. In Pimenta, S. G.; Ghedin, E. (Orgs.). Professor reflexivo no Brasil: Gênese e crítica de um conceito. Cortez, p. 53-79, 2002.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5ª ed. São Paulo: Editora Atlas, 2016.

GONÇALVES, T. V. O.; NARDI, R. Ocorrência de pesquisas narrativas sobre formação de Professores de Ciências e Matemática no Brasil, de 2000 a 2010. Indagatio Didactica. v. 5, n. 2, p. 22-35, 2013.

JOSSO. M. C. A transformação de si a partir da narração de histórias de vida. Educação. v. 3, n. 63, p. 431-438, 2007.

LARROSA, J. Notas sobre a experiências e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, n. 19, p. 20-28, 2002.

LATOUR, B. Joliot: a história e a física misturadas. in SERRES, M. (dir.) Elementos para uma história das ciências. Lisboa, Terramar, v. 3, 2003.

LIBÂNEO, J. C. Reflexividade e formação de professores: outra oscilação do pensamento pedagógico brasileiro? In: PIMENTA, S. G.; GHEDIN, E. (Orgs.). Professor reflexivo no Brasil: Gênese e crítica de um conceito. Cortez, p. 53-79, 2002.

MACHADO, J. R. C. Tecendo redes na formação docente: O abandono da espontaneidade e uma (breve) percepção da complexidade do educar em Ciências. Amazônia - Revista de Educação em Ciências e Matemática. v. 8, n. 16, p. 198-211, 2012.

MACHADO JÚNIOR, A. G.; GONÇALVES, T. O. Licenciatura Integrada em Educação em Ciências, Matemática e Linguagens da UFPA: memórias institucionais de um processo de implantação de curso. Amazônia – Revista de Educação em Ciências e Matemática. v. 12, n. 24, p. 115-139, 2016.

MATOS, M. S. P. B. Narrativa Profissional: a curiosidade na produção de conhecimento em sala de aula. 2015. (Dissertação de Mestrado) Universidade Federal de Sergipe, 2015.

MARTINS, M. F. Sobre escrita da vida: deslocamentos entre currículo, formação e prática pedagógica. 2019. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Pará, 2019.

MORAES, R. Uma Tempestade de Luz: A compreensão possibilitada pela Análise Textual Discursiva. Ciência & Educação, Bauru, v. 9, n. 2, p. 191-211, 2003.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise textual discursiva. 1. ed. Ijuí: Editora Unijuí, 2007.

NASCIMENTO, M. C. A. Autoformação em contexto entre iguais: Reconfigurando a ação docente para educação ambiental crítica. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Pará, 2018.

OLIVEIRA, C. B. D.; FORSBERG-SILVA, M. C. O uso de narrativas nas pesquisas em formação docente em educação em Ciências e Matemática. Ensaio – Pesquisa em Educação em Ciências. v. 22, p. 1-19, 2020.

OLIVEIRA, E.S. Ensino de Ciências nos anos escolares iniciais: o que professoras dizem de si e de sua docência. 2016. (Tese de Doutorado). Universidade Federal de Mato Grosso Universidade Federal do Pará; Universidade Estadual do Amazonas, 2016.

PINA, E.A. Clube de Ciências de Cametá: histórias (re)escritas para a educação científica e formação docente. 2020. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Pará, 2020.

PIOTROWSKI, S. M.; GÜLLICH, R. I. C. Significados Atribuídos e Contribuições: Limites e Possibilidades da Formação Continuada no Desenvolvimento Profissional Docente em Ciências. RBPEC: Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências. v. 22, p. 1-25, 2021.

RIGÃO, A. R. Contribuições da aprendizagem baseada em projetos para o ensino de ciências e matemática nos anos iniciais do ensino fundamental. 2022. (Dissertação de Mestrado) Universidade Franciscana, Santa Maria/RS, 2022.

SANTOS, B. de S. Um discurso sobre as ciências. 9 ed. Porto, Afrontamento, 1997.

SEVERINO, A. J. Metodologia do Trabalho Científico. 23 ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SILVA, A. S. D. S.; PEREIRA, E. D. N. G.; GONÇALVES, T. V. O. Narrativas de professoras que ensinam Ciências nos anos escolares iniciais: saberes docentes singulares e plurais. In: XI ENPEC/ABRAPEC – Atas do XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Florianópolis/SC, p. 1-8, 2017.

SILVA, C. M. da. Narrativas de experiências com a pesquisa como princípio educativo: da educação infantil à educação profissional técnica de nível médio. 2021. (Tese de Doutorado). Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, 2021.

SILVA, D. S. D.; RIBEIRO, R. A. Narrativas de formação: contribuições das relações afetivas na constituição de professores de ciências. In: XI ENPEC/ABRAPEC – Atas do XI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Florianópolis/SC, p. 1-9, 2017.

SILVA, J. A. D.; BAPTISTA, G. C. S. A formação do professor para o ensino de ciências intercultural: reflexões e proposições a partir da narrativa de uma professora pesquisadora. In: X ENPEC/ABRAPEC – Atas do X Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. Águas de Lindóia/SP, p. 1-8, 2015.

SILVA, P. P. Estudei a vida e a vida ofereceu-me o ensino: trajetórias identitárias de uma professora-pesquisadora que ensina ciências. 2017. (Tese de Doutorado). Universidade Estadual de Feira de Santana, 2017.

SILVA, S. R. V. D.; SENNA, S. D. N.; BOZELLI, F. C.; BRUGLIATO, E. T.; SANTOS, C. D. A.; SOUZA, A. L. D. Análise de estudos publicados em eventos brasileiros no período de 2003 a 2013: a narrativa no ensino de ciências e matemática. In: VII CIBEM – Atas do VII CIBEM. Montevideo, Uruguay, p. 7638-7645, 2013.

SOARES, G.F.A. Ensino de Ciências por investigação: um desafio à formação dos professores dos anos escolares iniciais. 2017. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Pará, 2017.

SOUZA, C.M.P. Uma pesquisa “Gaia Amiga”: entre folhas, flores, espinhos e cores... 2021. Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Rondônia, 2021.

SOUZA, E. C. D. Pesquisa narrativa e escrita (auto) biográfica: interfaces metodológicas e formativas. In: SOUSA, E.C.D., ABRANHÃO, M.H. M.B. Tempos, narrativas e ficções: A invenção de si. EDIPUC/RS, p. 135-147, 2006.

SOUZA, S. de S.; GALIAZZI, M. do C. O jogo da compreensão na análise textual discursiva em pesquisas na educação em ciências: revisitando quebra-cabeças e mosaicos. Ciência e Educação. v. 24, n. 3, p. 799-814, 2018.

TARDIF, M. Saberes Docentes e Formação Profissional. Vozes, 2007.

Downloads

Publicado

23/02/2024
Métricas
  • Visualizações do Artigo 91
  • pdf downloads: 116

Como Citar

OLIVEIRA, F. F. de; SILVA-FORSBERG, M. C. Pesquisa narrativa e (auto)biográfica na formação de professores de ciências dos anos iniciais: aspectos teóricos e metodológicos: Narrative and (auto)biographical research in the training of primary science teachers: theoretical and methodological aspects. Revista Cocar, [S. l.], v. 20, n. 38, 2024. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/7794. Acesso em: 22 abr. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)