O Mobral em São João do Jaguaribe/Ceará (1972-1979)

Mobral en São João do Jaguaribe/Ceará (1972-1979)

Autores

  • João Paulo Guerreiro de Almeida Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará
  • Sandra Maria Gadelha de Carvalho Universidade Estadual do Ceará

Resumo

Este artigo analisa a atuação do MOBRAL em São João do Jaguaribe, entre 1972 e 1979, observando os limites e as possibilidades de autonomia na prática pedagógica, bem como as repercussões da escolarização nas vidas dos educandos. Para isso, articulamos as categorias memória e educação de adultos, bem como entrevistamos ex-professoras, ex-alunos e ex-técnicas do MOBRAL. Os resultados denotam as problemáticas na execução do Programa: educadoras voluntárias sem formação para a docência, realidades díspares entre a zona rural e urbana, desafios no processo de aprendizagem, infraestrutura precarizada das salas de aula e autonomia docente relativa na prática pedagógica. Sobre os discentes, identificamos relatos de preconceito contra o analfabeto e a evasão escolar. Todavia, para estes, o MOBRAL representou o acesso à escolarização e uma certa inserção social a partir das atividades culturais.

Palavras-chave: Mobral; Memória; Educação de Jovens e Adultos.

 

Resumen

Este artículo analiza el desempeño del programa governamental brasileño Mobral en São João del Jaguaribe, entre 1972 y 1979, observando los límites y las posibilidades de autonomía en la práctica pedagógica, así como las repercusiones de la escolarización en la vida de los estudiantes. Para ello articulamos las categorías analíticas memoria y educación de adultos, así como entrevistamos ex profesores, ex alumnos y ex técnicos del Programa. Los resultados alcanzados dan cuenta de varios problemas en su ejecución: educadores voluntarios sin formación para la docencia, realidades dispares entre el medio rural y urbano, desafíos en el proceso de aprendizaje, precaria infraestructura en las aulas y relativa autonomía docente de la enseñanza en la práctica pedagógica. En cuanto a los estudiantes, identificamos informes de prejuicios contra los analfabetos y la deserción escolar. Sin embargo, para estos, MOBRAL representó el acceso a la escolarización y una cierta inserción social basada en las actividades culturales.

Palabras clave: Mobral; Memoria; Educación de jóvenes y adultos.

 

 

Biografia do Autor

João Paulo Guerreiro de Almeida, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará

Doutorando em Educação pela UFPB. Pedagogo e Mestre em Educação pela UECE. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE campus Limoeiro do Norte.

E-mail: joaopaulo.guerreiro@ifce.edu.br / Orcid: https://orcid.org/0000-0002-3055-8182

Sandra Maria Gadelha de Carvalho, Universidade Estadual do Ceará

Doutora e Mestra em Educação pela UFC. Graduada em Serviço Social pela UECE. Professora do curso de Pedagogia e do Mestrado Acadêmico Intercampi em Educação e Ensino, da UECE. Pós Doc na École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS/Paris), com bolsa do CNPq, sob a Supervisão de Michael Löwy.

E-mail: sandra.gadelha@uece.br / Orcid: https://orcid.org/0000-0002-0759-2788

Downloads

Publicado

27/07/2021

Edição

Seção

Artigos