Jovens cegos tateando os seus projetos de vida: um estudo sobre suas representações

Autores

  • Ivany Pinto Nascimento ivany.pinto@gmail.com
    UFPA
  • Lourival Nascimento lourivalnascimento1@gmail.com

Resumo

Young blind feeling your life projects: a study on their representations

Resumo

O artigo apresenta os resultados parciais do estudo desenvolvido no período de 2017 a 2018, com os seguintes questionamentos: como os jovens com cegueira que moram na Amazônia paraense, compartilham conhecimentos sobre seus Projetos de Vida e qual a importância que atribuem à escola para a realização desses projetos? O instrumento utilizado foi a entrevista com roteiro preestabelecido. Os sujeitos entrevistados foram 10 jovens cegos estudantes, na faixa etária entre 15 a 29 anos, vinculados a Unidade Técnica Educacional Especializada José Álvares de Azevedo. A Análise de Conteúdo de Bardin (1997) foi utilizada para identificar o pensamento consensual de jovens cegos sobre seus projetos de vida. Os resultados parciais apontam o seguinte: que as representações sociais sobre o projeto de vida transitam entre a educação e o trabalho e que a escola, necessita de mudanças.

 

Palavras-chave: Juventude; Diversidade; Representações.

 

Abstract

The article aims to present the partial results of the study conducted from 2017 to 2018, with the following questions: how young people with blindness who live in the Paraense Amazon, northern region of the country, share knowledge about their Life Projects and how important is it assign to the school to carry out these projects? It deals with a research of procedural approach, the theoretical and methodological field of Social Representations. The instrument used was the interview with pre-established script in the form of themes about the life project. The subjects interviewed were 10 young blind students, equally distributed among young women and young men aged 15 to 29 years, linked to José Álvares de Azevedo Specialized Educational Technical Unit (UTES JAA). Bardin's Content Analysis (1997) was used to identify the consensus thinking of blind young people about their life projects. The partial results point to the following: that social representations reflect the images and meanings about the life project that transit between Education, Work; that the school, without reframing the rationality with which the teaching learning process materializes, now represents an obstacle to both school inclusion and the achievement of its life projects.

Keywords: Youth; Diversity; Representations.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ivany Pinto Nascimento, UFPA

Doutora e Pós Doutora em Psicologia da Educação – PUC/SP. Docente e Pesquisadora do Instituto de Educação e da Pós Graduação em Educação da UFPA. Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Juventude, Representações Sociais e Educação. Bolsista Produtividade CNPq. Orcid: http://orcid.org/0000-0002-2455-3676

Lourival Nascimento

Professor, graduado em Pedagogia, pela Universidade Estadual do Pará, mestre em planejamento do desenvolvimento sustentável e doutorando no Programa de Pós Graduação ICED/UFPA. Professor na Secretaria do Estado da Educação - SEDUC, e assessor pedagógico de educação inclusiva na Secretaria Municipal de Educação de Belém. Orcid:    http://orcid.org/0000-0001-6846-3560     E-mail: lourivalnascimento1@gmail.com

Downloads

Publicado

02/05/2020
Métricas
  • Visualizações do Artigo 188
  • PDF downloads: 121

Como Citar

NASCIMENTO, I. P. .; NASCIMENTO, L. . Jovens cegos tateando os seus projetos de vida: um estudo sobre suas representações. Revista Cocar, [S. l.], v. 14, n. 29, p. 436–457, 2020. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/3386. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)