A abordagem mista nas teses do Programa de Pós-graduação em Educação da UFMG (2017-2019)

The mixed approach in the theses of the Graduate Program in Education at UFMG (2017-2019)

Autores

Resumo

Este estudo objetivou analisar o estado do conhecimento de pesquisas na área de Educação que utilizam abordagens mistas. A investigação teve como lócus o Programa de Pós-Graduação em Educação em Conhecimento e Inclusão Social da Universidade Federal de Minas Gerais. O processo metodológico foi realizado por meio do levantamento de dados e da análise das teses de doutorado do referido programa, com recorte temporal de 2017 a 2019. A análise possibilitou concluir que abordagens mistas têm ainda suas potencialidades pouco exploradas pelos pesquisadores e, menos ainda, reconhecidas como opção metodológica possível para o enriquecimento das pesquisas. Foi possível ainda, observar a predominância da abordagem qualitativa sobre a quantitativa e a mista, bem como lacunas metodológicas nas teses, no que tange à clareza da abordagem utilizada pelos pesquisadores.

Palavras-chave: Abordagem mista; Estado do conhecimento; Pesquisa em Educação.

 

Abstract

This study aimed to analyze the state of knowledge of research in the Education field that use mixed approaches. The research had as its locus The Postgraduate Program in Education in Knowledge and Social inclusion of the Federal University of Minas Gerais. The methodological process was carried out through data collection and analysis of the doctoral theses of the program, with a time frame from 2017 to 2019. The analysis made it possible to conclude that mixed approaches still have their potential little explored by researchers and, even less, recognized as a possible methodological option for the enrichment of research. It was also possible to observe the predominance of the qualitative approach over the quantitative and mixed, as well as methodological gaps in the theses, regarding the clarity of the approach used by the researchers.

Keywords: Mixed approach; State of knowledge; Education Research.

Biografia do Autor

Arliene Stephanie Menezes Pereira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará -IFCEUniversidade Federal do Rio Grande do Norte-UFRN

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Mestra em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Integrante do grupo de pesquisa Práticas Educativas, Memórias e Oralidades (PEMO/UECE). Líder do grupo de pesquisa Corponexões: corpo, cultura e sociedade (IFCE).

E-mail: stephanie_ce@hotmail.com

Orcid: https://orcid.org/0000-0002-3042-538X

Ana Carolina Braga de Sousa, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Docente da rede estadual da educação do Ceará. Graduada em História pela Universidade Federal do Ceará-UFC. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Integrante do grupo de pesquisa Práticas Educativas Memórias e Oralidades (PEMO/UECE).

E-mail: carolbraga30@yahoo.com.br

Orcid: https://orcid.org/0000-0001-6959-5493

Tássia Fernandes Ferreira

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Mestra em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Integrante do Grupo de Pesquisa em Educação, História e Saúde Coletiva (UECE).

E-mail: tassiaffer@gmail.com

Orcid: https://orcid.org/0000-0001-6959-5493

Downloads

Publicado

27/07/2021

Edição

Seção

Artigos