Uma Epistemologia Psicológico-Pedagógica como possibilidade à Epistemologia da Prática na Educação Médica

A Psychological-Pedagogical epistemology as a possibility to the Epistemology of Practice in Medical Education

Autores

  • Clarisse Daminelli Borges Machado Universidade Regional de Blumenau - Furb https://orcid.org/0000-0002-3385-8455
  • Edson Schroeder Universidade Regional de Blumenau/Programa de Pós-Graduação em Educação e Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática

Resumo

Apresentamos breve contexto histórico com concepções pedagógico-metodológicas na Educação Médica, a partir do século XX. Portanto, caracterizamos a epistemologia da prática e suas implicações sobre a atividade de ensino. Na sequência, propomos uma epistemologia psicológico-pedagógica a partir de premissas da Teoria Histórico-Cultural, considerando-se a unidade “criação de significado/aprendizagem conduzindo ao desenvolvimento” como princípio para refletirmos sobre o papel do médico-docente na formação profissional e humana dos estudantes. Evidenciamos o conceito de atividade produtiva como relação mediada, para compreender a dialética “atividade de ensino ↔ atividade de estudo”, inserindo o estudante em formas desenvolvidas de consciência social (cultura médica), além das capacidades indispensáveis para agir de acordo com as exigências sociais, sob perspectiva do desenvolvimento humano.

Palavras-chave: Educação médica; Epistemologia psicológico-pedagógica; Teoria Histórico-Cultural.

 

Abstract

We present a brief historical context with pedagogical-methodological concepts in Medical Education, starting in the 20th century. Therefore, we characterize the epistemology of practice and its implications for teaching activity. In the sequence, we propose a psychological-co-pedagogical epistemology based on premises of Historical-Cultural Theory, considering the unit “creation of meaning / learning leading to development” as a principle to reflect on the role of the doctor-teacher in professional training and humane of the students. We highlight the concept of productive activity as a mediated relationship, to understand the dialectic “teaching activity ↔ study activity”, inserting the student in developed forms of social awareness (medical culture), in addition to the indispensable capacities to act in accordance with the social demands, from the perspective of human development.

Keywords: Medical education; Psychological-pedagogical epistemology; Historical-Cultural Theory.

Biografia do Autor

Clarisse Daminelli Borges Machado, Universidade Regional de Blumenau - Furb

Graduada em Medicina pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (2007). Especialização em Medicina do Trabalho pela PUC-PR (2018). Mestre em Educação pela FURB (2018), com ênfase em formação identitária sob a concepção do interacionismo simbólico. Doutoranda em Educação pela FURB. E-mail: clarissedbm@gmail.com Orcid: https://orcid.org/0000-0002-3385-8455

Edson Schroeder, Universidade Regional de Blumenau/Programa de Pós-Graduação em Educação e Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática

Doutor em Educação Científica e Tecnológica pela UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina (2008). Professor voluntário nos Programas de Pós-Graduação em Educação (PPGE) e Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Matemática (PPGECIM) da FURB - Universidade Regional de Blumenau. Coordena o grupo de pesquisa “Ensino, aprendizagem e desenvolvimento: contribuições da Teoria Histórico-Cultural”. E-mail: ciencia.edson@gmail.com  Orcid: https://orcid.org/0000-0001-8917-2017

Downloads

Publicado

01/01/2021