A ampliação da desigualdade social na Amazônia paraense: um estudo sobre o desempenho escolar do Ensino Médio em Altamira-PA

The expansion of social inequality in the Amazon of Pará: a studty on high school performance in Altamira-PA

Autores

Palavras-chave:

Ensino Médio, Desempenho escolar, Desigualdade social

Resumo

O artigo em questão trata do desempenho de alunos do Ensino Médio na rede pública estadual em escola no município de Altamira-PA. Em meio a adversidades para a produção da vida material com dignidade para a classe que frequenta a escola pública, o estudo elegeu a seguinte questão problema: o desempenho escolar dos alunos do Ensino Médio na rede pública apresenta relação com as contradições de classe no município de Altamira-PA? O percurso metodológico constou de análise de informações oficiais e documentos institucionais. Verifica-se que o desempenho escolar dos educandos se relaciona de forma direta e indireta com a realidade social adversa, conjugada aos procedimentos contidos nas avaliações de larga escala, que inviabilizam perspectivas de êxito dos alunos oriundos das classes populares. Conclui-se que o desempenho escolar dos educandos sob a ótica dos fundamentos que regem as avaliações em larga escala é insuficiente para conhecer vislumbrar possibilidades de emancipação social.

Palavras-chave: Ensino Médio; Desempenho escolar; Desigualdade social. 

 

Abstract

The article in question deals with the performance of high school students in the state public school system in the city of Altamira-PA. Amid adversities to produce material life with dignity for the class that attends public schools, the study chose the following problem question: the academic performance of high school students in the public network is related to class contradictions in the city of Altamira-PA? The methodological path consisted of analysis of official information and institutional documents. It appears that the student’s academic performance is directly and indirectly related to the adverse social reality, combined with the procedures contained in large-scale assessments, which make prospects of success for students from the popular classes unfeasible. It is concluded that the academic performance of students from the perspective of the foundations that govern large-scale assessments is insufficient to understand the possibilities of social emancipation.

Keywords: High school; School performance; Social inequality.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Miguel Queiroz Galvão, Universidade Estadual do Pará

Doutor em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGED) do Instituto de Ciências da Educação (ICED) da Universidade Federal do Pará (UFPA).  Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGED) do Instituto de Ciências da Educação (ICED) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Especialista em Educação da Secretaria de Estado de Educação do Pará – SEDUC-PA. Docente do quadro efetivo da Universidade do Estado do Pará – UEPA, vinculado ao Centro de Ciências Sociais e Educação – CCSE/UEPA. Pesquisador do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação e Currículo – NEPEC/ICED/UFPA; Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Políticas Públicas e Educação – GEPPED – CCSE/UEPA; Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Planejamento e Gestão da Educação – GEPGED – FAE/Campus-UFPA/Altamira/PA. Orcid:https://orcid.org/0000-0002-0203-6627. E-mail:mscluiz59@gmail.com     

Fabrício dos Santos Ferreira, UFPA

Doutorando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGED) do Instituto de Ciências da Educação (ICED) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Bolsista de Doutorado da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Especialista em Políticas Públicas Educacionais, Gestão e Administração Escolar e Docência do Ensino Superior pela Faculdade Intervale/MG. Especialista em Direito Administrativo pela PUC/MG. Especialista em Direito do Trabalho e Processo do trabalho pela Faculdade Prof. Damásio de Jesus/SP. Graduado em Pedagogia pela Universidade Cruzeiro do Sul/SP. Licenciado em Ciências Matemática pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Advogado (OAB/MA) formado pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro do Grupo de Pesquisa Observatório de Gestão Escolar Democrática (Observe) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Professor da Educação Básica e do Ensino Superior.

Orcid: https://orcid.org/0000-0001-8041-1106. E-mail: fasanfer@hotmail.com

 

 

Referências

ARAÚJO, Ronaldo Marcos de Lima. ENSINO MÉDIO BRASILEIRO: dualidade, diferenciação e desigualdade social. Cad. Pesq., São Luís, v. 26, n. 4, p. 107-122, out./dez. 2019.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2011.

BOURDIEU, Pierre. Escritos de Educação. Petrópolis: Vozes, 2000.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, LDBEN. 9394/1996. BRASIL.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares da Educação Básica. Brasília, 2013.

CASSIO, Fernando. O novo ensino médio é muito pior que o anterior. São Paulo: Revista Carta Capital. Edição de 13.02.2023

FERRETTI, Celso João. A reforma do ensino médio e sua questionável concepção de qualidade da educação. Cadernos Cedes. Estudos Avançados, n.32, 2018

FRIGOTTO, Gaudencio. A produtividade da escola improdutiva. São Paulo: Cortez, 2005.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação e a crise do capitalismo real. São Paulo: Cortez, 2015.

FRIGOTTO , Gaudêncio. Escola sem partido. Esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira. São Paulo: Boitempo, 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo Brasileiro de 2022. Rio de Janeiro: IBGE, 2012.

LIMA, Licínio C. Organização escolar e democracia radical. São Paulo: autores associados, 2019.

MARIN, Rosa Acevedo. VISÃO HISTÓRICA DA REGIÃO DO RIO XINGU: ECONOMIA E DIVERSIDADE ÉTNICA. PAPERS DO NAEA Nº 276. UFPA/NAEA, Belém, 2010. ISSN 15169111.

PARÁ. Plano de Desenvolvimento da Região do Rio Xingu. Secretaria de Desenvolvimento e Integração Regional - SEIR. Belém, 2010.

PARÁ. Ministério Público do Estado do Pará. Relatório Interno. Belém, 2021.

PARÁ. Secretaria de Estado de Educação. Documento Curricular do Estado do Pará – DCEPA. Belém, 2022.

PIRES, Valdemir. Economia da educação. Para além do capital humano. São Paulo; Cortez, 1999.

SANTOS, Terezinha Fátima de Andrade Monteiro dos. Educação e desenvolvimento: que relação é essa? Revista Trabalho & Educação. Belo Horizonte. v.23, n.1, p. 219-238, jan-abr, 2014.

SAVIANI, Demerval. Escola e Democracia. São Paulo: Autores Associados, 2010.

SAVIANI, Demerval. Pedagogia Histórico-Crítica. São Paulo: Autores Associados, 2019.

SILVA, Maria Abádia da. Qualidade social da educação pública: algumas aproximações. Cad. Cedes, Campinas vol. 29, n. 78, p. 216-226, maio/ago. 2009. Disponível em http://www.cedes.unicamp.br

QUEIROZ, Luiz Miguel Galvão. A pesquisa metamorfoseada em objeto de eloquência institucional e sua efetividade no currículo do curso de ciências sociais da Universidade da Amazônia. Belém. Dissertação de mestrado. ICED/UFPA. Belém, 2010.

QUEIROZ, L. M. G; O ensino remoto durante a pandemia do coronavírus. In: SOUSA, Raimundo; ZENHA, Leonardo; SOUZA, Priscila Bellard Mendes de. (Org.). ENSINO REMOTO NA PANDEMIA DO CORONAVIRUS: relatos, experiências e desafios na educação superior. 1ed.CURITIBA: CRV, 2021, v. 1, p. 121-136.

ZIBAS, Dagmar ML. A reforma do ensino médio nos anos de 1990: o parto da montanha e as novas perspectivas. Revista brasileira de educação, p. 24-36, 2005.

Downloads

Publicado

24/02/2024
Métricas
  • Visualizações do Artigo 56
  • pdf downloads: 84

Como Citar

QUEIROZ GALVÃO, L. M.; DOS SANTOS FERREIRA, F. A ampliação da desigualdade social na Amazônia paraense: um estudo sobre o desempenho escolar do Ensino Médio em Altamira-PA: The expansion of social inequality in the Amazon of Pará: a studty on high school performance in Altamira-PA. Revista Cocar, [S. l.], v. 20, n. 38, 2024. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/7761. Acesso em: 22 abr. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)