Do silenciamento à vez e voz: historicidade e perspectivas educacionais da educação escolar indígena

From silence to turn and voice: historicity and educational perspectives of indigenous school education

Autores

Resumo

Este artigo é parte integrante da pesquisa que tematiza a educação escolar indígena, e objetiva identificar, por meio da historicidade da educação escolar indígena no Brasil, as perspectivas educacionais da oferta escolar aos povos indígenas, à luz do estudo bibliográfico. É no entendimento de violência, luta e resistência de muitos povos indígenas que vislumbramos a historicidade da educação escolar, sobretudo ao depreendermos que o limiar entremeava arranjos estratégicos para promover o contato com os indígenas, impondo-lhes suas normas, conduta social, política e religiosa. Identificamos três perspectivas educacionais: assimilação – a escola do contato, aldeamento e fé (1500-1909), integração – a escola do eco indígena no âmago europeu (1910-1987) e reafirmação identitária – a escola das vozes indígenas (a partir de 1988 ainda presente nos dias atuais).

Palavras-chave: Educação escolar indígena; Perspectivas educacionais; Povos indígenas.

 

Abstract

This paper is part of the research on indigenous school education and aims to identify, through the history of indigenous school education in Brazil, the educational perspectives of the school offer to indigenous peoples, in the light of a bibliographic study. It is in the understanding of violence, struggle, and resistance of many indigenous peoples that we glimpse the historicity of school education, especially when we deduce that the threshold included strategic arrangements to promote contact with indigenous people, imposing on them their norms, social, political, and religious conduct. We identified three educational perspectives: assimilation - the school of contact, village and faith (1500-1909), integration - the school of indigenous echo in the European core (1910-1987) and identity reaffirmation - the school of indigenous voices (from 1988 still present today).

Keywords: Indigenous school education; Educational perspectives; Indian people.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leni Barbosa Feitosa, Universidade Federal do Tocantins

Doutoranda em Educação na Amazônia pelo Programa de Pós-Graduação em Educação na Amazônia (PGEDA) - Universidade Federal do Tocantins (UFT).  Mestra em Educação pela Universidade Federal do Tocantins (UFT) - Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE). Docente permanente da Secretaria Estadual de Educação do Pará. E-mail de contato:  lenifeitosa@uft.edu.br   ORCID: http://orcid.org/0000-0001-7333-5264.

 

Idemar Vizolli, Universidade Federal do Tocantins

Doutor em Educação pela Programa de Pós-Graduação em Educação - Universidade Federal do Paraná (UFPR). Docente permanente da Universidade Federal do Tocantins (UFT). Atua no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), Programa de Pós-Graduação em Educação na Amazônia (PGEDA) e Programa de Doutorado em Educação em Ciências e Matemática (PPGECEM)- Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática (REAMEC).  E-mail de contato: idemar@uft.edu.br     ORDCID:  https://orcid.org/0000-0002-7341-7099.

Downloads

Publicado

01/12/2021
Métricas
  • Visualizações do Artigo 208
  • pdf downloads: 209

Como Citar

FEITOSA, L. B.; VIZOLLI, I. . Do silenciamento à vez e voz: historicidade e perspectivas educacionais da educação escolar indígena : From silence to turn and voice: historicity and educational perspectives of indigenous school education. Revista Cocar, [S. l.], v. 15, n. 33, 2021. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/4532. Acesso em: 21 abr. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)