Avanço neoliberal: retrocesso na educação

Neoliberal Neoliberal advancement: background in education

Autores

Resumo

Após o golpe que destituiu a presidenta Dilma Rousseff e consolidou o modelo neoliberal como ideologia político-econômica, a política educacional no Brasil muda de direção e o horizonte de conquistas sociais é relegado. Nesse sentido, o presente artigo tem por objetivo expor tais retrocessos e relacioná-los à vigente política neoliberal. Abordaremos os efeitos desse modelo nas contrarreformas e na investida conservadora que atacam a educação pública, fundamentados por uma linha teórico-metodológica crítica das teorias liberais e tomando por referência intérpretes do Brasil atual, notícias, documentos e teóricos do liberalismo.

Palavras-chave: Educação; Neoliberalismo; Conservadorismo.

 

Abstract

After the coup that ousted President Dilma Rousseff and consolidated the neoliberal model as a political-economic ideology, educational policy in Brazil changes direction and the horizon of social conquests is neglected. In this sense, the present article aims to expose such setbacks and relate them to the current neoliberal policy. We will approach the effects of this model on the counter-reforms and conservative onslaught that attack public education, based on a critical theoretical-methodological line of liberal theories and taking as a reference interpreter of current Brazil, news, documents and theorists of liberalism.

Keywords: Education; Neoliberalism; Conservatism.

 

Biografia do Autor

João Paulo Araújo Pimentel Lima, Universidade Federal do Ceará

Graduação em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará (2011). Mestrado em Ética e Filosofia Política pelo Mestrado Acadêmico em Filosofia da Universidade Federal do Ceará (2017). Doutorando em Educação pela Universidade Federal do Ceará, onde realiza pesquisa sobre Educação e Filosofia da Libertação. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase no estudo de Santo Agostinho e da Filosofia da Libertação. Professor de Filosofia, Ética e Religião. Professor efetivo da Secretaria de Educação de Fortaleza. E-mail: pimentel-jp@hotmail.com. ORCID: http://orcid.org/0000-0001-5667-4715.

Rayssa Melo de Oliveira, Universidade Federal do Ceará

Graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (2014). Mestrado em Educação pela Universidade Estadual do Ceará (2017). Doutoranda em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará, realizando pesquisa sobre formação de professores, ensino de Matemática e tecnologias digitais na educação. Integrante do Grupo de Pesquisa e Produção de Ambientes Interativos e Objetos de Aprendizagem (PROATIVA). Professora da rede municipal de Fortaleza. Suas áreas de estudos são: Ensino de Matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental, formação de professores, Teoria dos Campos Conceituais e tecnologias digitais na educação. E-mail: rayssamelodeoliveira@gmail.com. ORCID: http://orcid.org/0000-0002-8234-8240.

Eduardo Ferreira Chagas, Universidade Federal do Ceará

Graduação em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará (1989). Mestrado em Filosofia pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais (1993). Doutorado em Filosofia pela Universität Kassel – Alemanha (2002). Pós-Doutorado em Filosofia pela Universität Munster – Alemanha (2018-2019). Professor efetivo (Associado 4) do Curso de Filosofia e do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal do Ceará. Professor do Programa de Mestrado Profissional em Filosofia e professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará. Atualmente, é Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq (PQ nível 2). Dedica suas pesquisas ao estudo da filosofia política, da filosofia de Hegel, do idealismo alemão e de seus críticos, Feuerbach, Marx, Adorno e Habermas. E-mail: ef.chagas@uol.com.br. ORCID: http://orcid.org/0000-0003-1957-6117.

Downloads

Publicado

30/07/2021

Edição

Seção

Artigos