Adolescentes e políticas públicas: modos de ver e sentir a experiência com as medidas socioeducativas em contexto de privação de liberdade

Autores

  • Ana Lúcia Oliveira Aguiar oliveiraaguiarpetro@gmail.com
  • Charles Lamartine de Sousa Freitas Charles.lamartine@gmail.com
  • Rosilene da Costa Bezerra Ramos rosilenerb@hotmail.com

Resumo

Adolescents and public policies: ways of seeing and feeling the experience with socio-educational measures in the context of deprivation of liberty

Resumo

Este artigo origina-se de um trabalho de mestrado desenvolvido no Programa de Pós- Graduação em Educação, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Trata da política pública voltada ao adolescente autor de ato infracional. Objetiva identificar, nas narrativas dos adolescentes autores de atos infracionais, suas percepções sobre a experiência com as medidas socioeducativas em contexto de privação de liberdade. Para isso, travará um diálogo com Foucault (1989) e com Arendt (1992). A abordagem de pesquisa adotada foi a qualitativa, desenvolvida a partir do método (Auto)Biográfico. Como resultado, sobressaem-se nas falas dos adolescentes as medidas socioeducativas como experiências doloridas pela presença do preconceito e o caráter punitivo em sua execução. A análise das narrativas revelou ainda a ineficácia do sistema socioeducativo.

Palavras-chave: Adolescentes em privação de liberdade.  Medidas Socioeducativas.  Narrativas (Auto) biográficas.

 

Abstract

This article originates from a master's work developed in the Post-Graduate Program in Education of the University of Rio Grande do Norte State. It deals with the public policy directed to the adolescent who commits an infraction. It aims to identify, in the narratives of adolescents the authors of infractions, their perceptions about the experience with socio-educational measures in the context of deprivation of liberty. For this, it will conduct a dialogue in Foucault (1989) and Arendt (1992). The research approach was qualitative, developed from the theoretical contribution of the (Auto) biographical method. As a result, the adolescent speeches stand out, the socio-educational measures as experiences pained by the presence of prejudice and the punitive character in its execution. The analysis of the narratives also revealed the ineffectiveness of the socio-educational.

Keywords: Adolescents in deprivation of liberty. Educational measures. Biographical (Auto) narratives.

     

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Ana Lúcia Oliveira Aguiar

Pós-Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Ceará.

Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação – POSEDUC/UERN

Diretora de Políticas e Ações Inclusivas da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN. Orcid:      0000.0003.3626-2427         Email: oliveiraaguiarpetro@gmail.com

 

Charles Lamartine de Sousa Freitas

Doutorando em Educação pela UNICAMP.

Professor e Diretor Geral da Faculdade Católica do Rio Grande do Norte (FCRN).

Orcid: 0000-0002-8701-5269        E-mail: Charles.lamartine@gmail.com

Rosilene da Costa Bezerra Ramos

Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Professora efetiva da Secretaria Municipal de Baraúna/RN

Orcid:   0000-0002-0934-1085        Email: rosilenerb@hotmail.com

Downloads

Publicado

03/05/2020
Métricas
  • Visualizações do Artigo 273
  • PDF downloads: 215

Como Citar

AGUIAR, A. L. O.; FREITAS, C. L. de S.; RAMOS, R. da C. B. Adolescentes e políticas públicas: modos de ver e sentir a experiência com as medidas socioeducativas em contexto de privação de liberdade. Revista Cocar, [S. l.], v. 14, n. 29, p. 546–564, 2020. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/3393. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)