Corpos transviados ao Sul do Equador: o que Linn da Quebrada tem a nos (des)ensinar?

Autores

  • Dilton Ribeiro Couto Junior junnior_2003@yahoo.com.br
  • João Paulo de Lorena Silva joaopaulopalmas@gmail.com

Resumo

Resumo:

Irreverente talvez seja um dos melhores adjetivos para descrever o trabalho musical do funk transviado de Linn da Quebrada. Bicha, trans, preta, periférica, bailarinx, performer e terrorista de gênero são alguns dos termos e expressões utilizados por elx para marcar sua existência e resistência no cenário contemporâneo brasileiro. O compromisso ético-político cuidadosamente percebido em cada uma de suas letras de música revela a sensibilidade e a preocupação em questionar os pilares fundantes das normas regulatórias de gênero. Nesse texto, buscando inspiração no trabalho musical de Linn da Quebrada, mais especificamente na letra Enviadescer, o que nos move é o desejo de experimentar, cavar possibilidades e explorar a potência epistemológica da perspectiva queer para (re)pensar sobre os tantos corpos transviados que habitam o sul do Equador, cuja potência de fabricação e reinvenção de si vêm evidenciando o quanto eles são capazes de nos (des)ensinar.

Palavras-chave: teoria queer; enviadescer; (des)ensinar.

"

Queer bodies at the South of the Equator: what does Linn da Quebrada have to (un)teach us?


Abstract:

Irreverent is, perhaps, one of the best adjectives to describe the musical work of Linn da Quebrada, called" transviado funk (transviado: deviant concerning gender norms and standards). Queer, trans, black, peripheral, dancer, performer and gender terrorist are some of the terms and expressions used by Linn to mark hir existence and resistance in the contemporary Brazilian scene. The ethical-political commitment carefully perceived in each of hir lyrics reveals the sensitivity and concern in questioning the founding pillars of regulatory gender norms. By seeking inspiration in Linn da Quebradas musical work, more specifically in the lyrics of the song Enviadescer (Queerize, in English), what moves us in this paper is the desire to experiment, dig possibilities and explore the epistemological power of the queer perspective to think about the many stray bodies that inhabit the south of the Equator, whose power of fabrication and reinvention of themselves has been evidencing how much they are capable of (un)teaching us.

Keywords: queer theory; queerize; (un)teach.

"

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dilton Ribeiro Couto Junior

Mestre e doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (ProPEd/UERJ). Atualmente é pós-doutorando no ProPEd/UERJ (bolsa CNPq/PDJ) e membro do Grupo de Estudos em Gênero e Sexualidade e(m) Interseccionalidades (Geni).

João Paulo de Lorena Silva

Graduado em filosofia pelo Instituto Santo Tomás de Aquino (ISTA). Atualmente é mestrando no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (FaE/UFMG) e membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Currículos e Culturas (GECC).

Downloads

Publicado

23/06/2018
Métricas
  • Visualizações do Artigo 565
  • PDF downloads: 408

Como Citar

COUTO JUNIOR, D. R.; SILVA, J. P. de L. Corpos transviados ao Sul do Equador: o que Linn da Quebrada tem a nos (des)ensinar?. Revista Cocar, [S. l.], v. 12, n. 23, p. 318–341, 2018. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/1730. Acesso em: 23 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos