Metodologias ativas e Tecnologias da Informação e Comunicação para o ensino-aprendizagem de educação ambiental: concepções, uso e resultados na educação básica

Active methodologies and information and communication technologies for the teaching and learning of environmental education: conceptions, use and results in basic education

Autores

Palavras-chave:

Prática pedagógica, Ensino, Cidadania, Conscientização

Resumo

A educação ambiental é uma temática fundamental para entendimento tanto de educandos quanto de professores, dessa maneira este texto tem por intuito evidenciar o resultado da aplicação de questionário e do opinário, este último realizado como forma de auxiliar assim como de compreender a percepção conceitual dos professores sobre a educação ambiental, as tecnologias da informação e comunicação TICs e metodologias ativas. Nesse sentido, visou-se entender qual ou quais conhecimentos o professor possui para efetividade desses conceitos. Por tratar de uma pesquisa qualitativa, com pesquisa bibliográfica e de campo, foi utilizado para auxiliar nas análises o método denominado de análise do conteúdo proposto por Bardin (2002), neste faz-se necessário que seja utilizado procedimentos sistemáticos e objetivos de descrição do conteúdo dado por meio das mensagens. Com o resultado de que a educação ambiental só terá sentido se houver em conjunto com seu ensino a prática da conscientização da cidadania, para que os educandos possam entender que possuem um papel social e necessitam de um ambiente saudável para viverem e para deixarem para as futuras gerações.

Palavras-chave: Prática pedagógica. Ensino. Cidadania. Conscientização

 

Abstract:

Environmental education is a fundamental theme for both students and teachers to understand, so this text aims to show the result of applying a questionnaire and opinion, the latter carried out as a way to help as well as to understand the conceptual perception of teachers on environmental education, information and communication technologies ICTs and active methodologies. In this sense, the aim was to understand which or which knowledge the teacher has for the effectiveness of these concepts. Because it is a qualitative research, with bibliographical and field research, the method called content analysis proposed by Bardin (2002) was used to assist in the analysis, in this it is necessary to use systematic procedures and objectives of content description given through messages. With the result that environmental education will only make sense if there is, together with its teaching, the practice of citizenship awareness, so that students can understand that they have a social role and need a healthy environment to live in and to leave for future generations. generations.

Keywords: Pedagogical practice. Teaching. Citizenship. Awareness

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Roberta Paes Fujihara, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Mestre em Educação Científica e Matemática pela UEMS/Dourados, Especialista em Arte Educação e Tecnologias Contemporâneas pela UNB, Especialista em Educação e Tecnologias Contemporâneas, Licenciada em Ciências Biológicas pela UEMS/Coxim e Licenciada em Pedagogia pela UNIGRAN. Professora concursada pela Prefeitura Municipal de Coxim/MS e professora contratada pela UEMS/Coxim. Atua como Coordenadora do Plano Municipal de Educação - Etapa de Monitoramento e Avaliação. Possui experiência na área de Educação Ambiental, Ensino de Ciências, Educação Infantil e Gestão de Políticas Públicas Educacionais.E-mail- jupaesfujihara@gmail.comOrcidiDhttps://orcid.org/0000-0002-9363-1850

 

Patrícia Helena Mirandola Garcia, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Professora Titular da UFMS - Universidade Federal do Mato Grosso do Sul - Campus de Três Lagoas, docente dos cursos de Geografia (licenciatura e bacharelado) e dos Programas de Pós-Graduação em Geografia (Mestrado e Doutorado) /Três Lagoas - MS e Ensino de Ciências (Doutorado) - área Educação Ambiental /Campo Grande - MS Formação acadêmica: Pós- Doutorado - Geografia - USP - São Paulo, Doutorado - UFRJ - Rio de Janeiro 2002-2006, mestrado - UNESP Presidente Prudente - 1996-1999 e Especialização - PUC Belo Horizonte - 1992. Formada em Geografia pela Faculdade Auxilium de Filosofia, Ciências e Letras de Lins SP (1992) Atuação nos grupos de pesquisa:* Lider do Grupo DIGEAGEO - Diretrizes de Gestão Ambiental com uso de Geotecnologias UFMS & CNPq;* Lider do grupo LEA - Laboratório Multidisciplnar de Ensino e Aprendizagem - UFMS* Atua com ensino e pesquisa nas seguintes áreas da geografia: Geotecnologias, com ênfase em Geografia Ambiental/ Educação Ambiental/ Ensino de Cartografia na Geografia e Estágio em Geografia. E-mail - patriciaufmsgeografia@gmail.comOrcidiDhttps://orcid.org/0000-0002-7337-798X

 

Eliane da Silva Andrade, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Doutoranda em Ensino de Ciências pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS. Área de pesquisa Educação Ambiental.  Mestre em Educação em 2019 pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS. Pedagoga formada pela UFMS no ano de 1999. Pós-graduada em Planejamento Educacional pela Universo - Universidade Salgado de Oliveira concluído no ano de 200. Pós-graduada pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci - Grupo UNIASSELVI - Instituto Libera Limes em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica concluído em 2014. Professora concursada dos anos iniciais pela rede municipal, tenho experiência como professora coordenadora da sala de tecnologias. Atualmente sou diretora adjunta. E-mail: elianeleticia0108@gmail.com  OrcidiDhttps://orcid.org/0000-0003-0297-5074

Referências

ARRUDA, Eucidio Pimenta. Jogos digitais e aprendizagens: o jogo Age of Empires III desenvolve ideias e raciocínios históricos de jovens jogadores? 2009. 238f. Tese (Doutorado em educação). Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2009.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Portugal: Edições 70, 2002.

BRASIL. Política Nacional de Educação Ambiental - Lei nº 9.795. Brasília, 1999.

CASTRO, S.; GUIMARÃES, S. C. P. O problema dos pneumáticos em Rondônia: impactos ao meio ambiente em Porto Velho. Rev. Geonorte, v. 12, n. 39, p. 238-252, 2021.

CASTRO, S.; SILVA, C. A. A Educação ambiental na perspectiva da geografia humanista: entre o ser e o ter a natureza. Rev. Geonorte: v. 10, n. 36, p. 36-51, 2019.

CHIAVENATO, J. J. O massacre da natureza. São Paulo: Moderna, 1989.

Cunha, M. V. John Dewey: uma filosofia para educadores em sala de aula. 1994. São Paulo: Vozes.

FARAGO, C. C.; FOFONCA, E. A análise de conteúdo na perspectiva de Bardin: do rigor metodológico à descoberta de um caminho de significações. Rev. Linguagem, v. 18, p. 01-05, 2012.

GARBIN, Ramon Figueira. Gamificação na docência do ensino superior. 2014. 39f. Trabalho de Conclusão de Curso. Instituto a vez do mestre. Universidade Cândido Mendes, 2014.

GARCIA, A. Gamificação como prática pedagógica docente no processo ensino e aprendizagem na temática da inclusão social. Dissertação defendida no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza, UFPA, 2015. 91p.

JACOBI, P. Educação Ambiental, Cidadania e Sustentabilidade. Cadernos de Pesquisa, n. 118, p. 189-205, 2003.

SILVA JR., I. S. A Educação Ambiental como meio para a concretização do desenvolvimento sustentável. Rev. Estudos, Conferências e Notas, n. 17, p. 128-140, 2017.

LAYRARGUES, P. P. Crise ambiental e suas implicações na educação. IBAMA, 2002. 207p.

LISBOA, E. et al. LMS em Contexto Escolar: Estudo sobre o uso da Moodle pelos docentes de duas escolas do Norte de Portugal. Rev. EFT: Educação, Formação e Tecnologias, 2009.

YAMAMOTO, I. Metodologias ativas de aprendizagem interferem no desempenho de estudantes. Dissertação apresentada na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, USP, 2016. 101p.

RIBAS, L. C.; LEMOS, S. V.; ANASTÁCIO, L. B. A. Bases políticas de educação ambiental no Brasil: Perspectiva histórico-cronológica. Rev. Pedagogia em Foco, v. 11, n. 5, p. 120-135, 2016.

RIBEIRO, R. P. Aprendizagem baseada em problemas no ensino de simulação aplicação à administração. Dissertação defendida na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade: USP, 2016. 330p.

SIQUEIRA, J. F. R.; VARGAS, I. A.; ZANON, A. M. Escola sustentável: uma análise das representações de professores da área de linguagens em Campo Grande (MS). Rev. Brasil. de Educação Ambiental, v. 15, n. 7, p. 106-122, 2020.

VIANNA, Ysmar; VIANNA, Maurício; MEDINA, Bruno; TANAKA, Samara. Gamification, Inc.: Como reinventar empresas a partir de jogos. MJV Press: RiodeJaneiro,2013.

Downloads

Publicado

11/03/2024
Métricas
  • Visualizações do Artigo 114
  • pdf downloads: 101

Como Citar

PAES FUJIHARA, J. R.; MIRANDOLA GARCIA, P. H.; DA SILVA ANDRADE, E. Metodologias ativas e Tecnologias da Informação e Comunicação para o ensino-aprendizagem de educação ambiental: concepções, uso e resultados na educação básica: Active methodologies and information and communication technologies for the teaching and learning of environmental education: conceptions, use and results in basic education. Revista Cocar, [S. l.], n. 23, 2024. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/7949. Acesso em: 19 jul. 2024.