Abordagem PLACTS na promoção de discussões no contexto da problemática hidrológica de alagamentos no ensino de ciências

PLACTS Approach in Promoting Discussions in the Context of Hydrological Flooding Issues in Science Education

Autores

Palavras-chave:

Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS), Pensamento Latino-Americana em Ciência Tecnologia e Sociedade, Unidade Curricular Eletiva

Resumo

A pesquisa se concentra na avaliação das possibilidades educacionais oferecidas ao investigar as potencialidades da temática hidrologia permeada pela perspectiva do Pensamento Latino-Americano em Ciência Tecnologia e Sociedade. A investigação qualitativa foi realizada em uma escola pública estadual em Mato Grosso do Sul com 60 estudantes. Ao longo das aulas, os estudantes demonstraram indícios de compreensão de conceitos científicos e da influência das ações humanas no sistema hídrico. Os resultados apontam que a aplicação da perspectiva metodológica PLACTS, como alicerce para a estruturação da Unidade Curricular Eletiva, promoveu a argumentação e problematização como pilares fundamentais para a construção do conhecimento no ensino de hidrologia.

Palavras-chave: CTS; Pensamento Latino-Americana em Ciência Tecnologia e Sociedade; Unidade Curricular Eletiva

 

Abstract:

The research focuses on assessing educational possibilities by investigating the potentialities of the hydrology theme permeated by the perspective of Latin American Thought in Science, Technology, and Society (PLACTS). The qualitative investigation was conducted in a public state school in Mato Grosso do Sul, Brazil, involving 60 students. Throughout the classes, students demonstrated indications of understanding scientific concepts and the impact of human actions on the hydrological system. The results indicate that the application of the PLACTS methodological perspective, as a foundation for structuring the Elective Curricular Unit, promoted argumentation and problematization as fundamental pillars for knowledge construction in hydrology education.

Keywords: CTS; Latin American Thinking in Science, Technology, and Society; Elective Curricular Unit.

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Sian Oliveira, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Mestrando Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), licenciado em Física (2020) e professor da rede estadual de ensino de Mato Grosso do Sul. E-mail: fernando.dok17@gmail.com . Orcid: https://orcid.org/0000-0002-0564-9840

Ademir de Souza Pereira, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Doutor em Educação para a Ciência (UNESP/Bauru), mestre em Ensino de Ciências (UFMS), licenciado em Química (UEMS) e docente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências da UFMS. E-mail: ademirpereira@ufgd.edu.br .   Orcid: https://orcid.org/0000-0002-3635-7349

 

Referências

ALMEIDA, E. S.; GEHLEN, S. t. Organização curricular na perspectiva Freire-CTS: propósitos e possibilidades para a Educação em Ciências. Ensaio: Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 21, e11994, 2019.

_____________; STRIEDER, R. B. Releituras de Paulo Freire na Educação em Ciências: Pressupostos da Articulação Freire-CTS. RBPEC: Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 21, e33278, p. 1-24, 2021.

AULER, D.; DALMOLIN, A. M. T.; FENALTI, V. S. Abordagem Temática: natureza dos temas em Freire e no enfoque CTS. Revista Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 2, n. 1, p. 67-82, 2009.

AULER, D. Cuidado! Um cavalo viciado tende a voltar para o mesmo lugar. Appris Editora e Livraria Eireli-ME, 2018.

AULER, D.; DELIZOICOV, D. Alfabetização científico-tecnológica para quê? Ensaio: Pesquisa em Educação em Ciências, v. 3, n. 2, p. 122-134, 2001.

__________________________. Investigação de temas CTS no contexto do pensamento latino-americano. Linhas Críticas, Brasília, DF, v.21, n.45, p. 275-296, mai./ago. 2015.

CANÇADO, V. L. Consequências Econômicas Das Inundações E Vulnerabilidade: Desenvolvimento de metodologia para avaliação do impacto nos domicílios e na cidade. 2009. 394 f. Tese (Doutorado em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, 2009.

CENTA, F. G. “Arroio Cadena: cartão postal de santa maria?”: possibilidades e desafios em uma reorientação curricular na perspectiva da abordagem temática. 2015. 203 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática e Ensino de Física) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2015.

DAGNINO, R. Um dilema latino-americano: ciência e tecnologia para a sociedade ou adequação sócio-técnica com o povo? In: DAGNINO, R. P. (org). Estudos sociais da ciência e tecnologia & política de ciência e tecnologia: alternativas para uma nova América Latina. Campina Grande: EDUEPB, p. 265-292, 2010.

____________. Para que ensinar CTS? Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, v. 10, n. 3 (número especial), p. 156-183, Taubaté/SP, Brasil, 2014.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

LINSINGEN, I. V. Perspectiva educacional CTS: aspectos de um campo em consolidação na América Latina. Ciência & Ensino, v. 1, número especial, novembro de 2007.

MEDEIROS, P. C. V. B.; STRIEDER, R. B.; MACHADO, P. F. L. PLACTS como aporte teórico da Educação CTS: um levantamento a partir das Atas do ENPEC. In: XIII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, XIII, 2021, evento remoto. Anais do XIII Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – ENPEC EM REDES, 2021.

PINHEIRO, N. A. M.; SILVEIRA, R. M. C. F.; BAZZO, W. A. Ciência, Tecnologia e Sociedade: a relevância do enfoque CTS para o contexto do Ensino Médio. Ciência & Educação, v. 13, n. 1, p. 71–84, Bauru-SP, 2007.

RIBEIRO, D. V. Resíduos sólidos: problema ou oportunidade. Rio de Janeiro: Interciência, 2009.

ROSO, C. C.; AULER, D. (2016). A participação na construção do currículo: práticas educativas vinculadas ao movimento CTS. Ciência & Educação, v.22, n. 2, 371-389, 2016.

SANTOS, R. A.; AULER, D. Práticas educativas CTS: busca de uma participação social para além da avaliação de impactos da Ciência-Tecnologia na Sociedade. Ciência & Educação, v. 25, n. 2, p. 485-503, 2019.

SCHWAN, G. S.; SANTOS, R. A. Pressupostos Freireanos, CTS e PLACTS no ensino de ciências: aproximações e distanciamentos. REAMEC – Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática, Cuiabá, v. 9, n. 3, e21084, 2021.

SED/MS. Secretaria de estado de educação do estado do Mato Grosso do Sul (SEDMS). Roteiro Prático das Eletivas: Ensino Médio em Tempo Integral. SED/Secretaria Estadual de Educação de Mato Grosso do Sul, 2022.

SILVA JÚNIOR, M. A. B.; SILVA, S. R.; CABRAL, J. J. S. P. Alternativas compensatórias para controle de alagamentos em área urbana com influência das marés no Recife - PE. Revista Brasileira de Hidrologia, v. 15, n. 2, p. 126-135, 2017.

SILVA, J. R. O artesanato como tema gerador para o ensino de ciências: uma perspectiva freireana. 2017. 199 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2017.

VALENTE, O. F. Reflexões hidrológicas sobre inundações e alagamentos urbanos. Vitruvius, v. 109, n. 01, 2009.

Downloads

Publicado

11/03/2024
Métricas
  • Visualizações do Artigo 109
  • pdf downloads: 107

Como Citar

SIAN OLIVEIRA, F.; DE SOUZA PEREIRA, A. Abordagem PLACTS na promoção de discussões no contexto da problemática hidrológica de alagamentos no ensino de ciências: PLACTS Approach in Promoting Discussions in the Context of Hydrological Flooding Issues in Science Education. Revista Cocar, [S. l.], n. 23, 2024. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/7935. Acesso em: 19 jul. 2024.