Formação de professores para a educação inclusiva em cursos à distância: um estudo de campo documental

Autores

  • Mariana de Lima Isaac Leandro Campos marianacampos23@yahoo.com.br
  • Enicéia Gonçalves Mendes egmendes@ufscar.br

Resumo

Para viabilizar a política de inclusão escolar, o Ministério de Educação (MEC) tem desenvolvido programas de formação emergencial e continuada de professores na educação especial da rede pública de ensino por meio de duas modalidades de ensino: à distância (EAD) e presencial. Além disso, o MEC em parceria com a Universidade Aberta do Brasil (UAB) vem tentando, por meio de uma rede nacional de instituições públicas de ensino superior, oferecer cursos de formação inicial e continuada de professores na modalidade de EAD. Este estudo teve como objetivo mapear quantas instituições brasileiras, privadas e públicas disponibilizam cursos à distância para a formação inicial e continuada de professores de acordo com as legislações da educação inclusiva e com o Decreto 5626/2005. Foi feito um estudo documental das matrizes curriculares eletrônicas dos cursos de Licenciatura e de formação continuada obtidas nos sites universitários com o apoio da lista de nomes citada pela ABED (Associação Brasileira de Educação à Distância); UAB e Google e análise estatística descritivados resultados. Os resultados mostraram que muitas universidades das diferentes regiões brasileiras, com cursos à distância, estão longe de viabilizar o compromisso efetivo com a inclusão escolar. Espera-se que esta pesquisa colabore para que sejam tomadas as devidas providências legais para a viabilização de uma efetiva política de inclusão, e com a sociedade para que se conheça a realidade brasileira sobre os cursos de formação.

Palavras-chaves: Formação de professores. Educação Especial. Educação Inclusiva. Ensino à distância.

Teachers preparation for inclusive education distance: a documental study

To enable school inclusive education policy, the Ministry of Education (MEC) has developed emergency and permanent training programsin special educationfrompublic schools through two kinds’ oflearning, distance education (EAD) and presential education. In addition, MEC in partnership with the Open University of Brazil (UAB) has been trying, through a national network of public institutions of higher education to offer courses of initial training and continuing education in the form of EAD. This study aimed to map outhow many Brazilian institutions, private and public, offert distance education for initial and permanent training courses, in accordance with the laws of inclusive education, the 5626/2005 Act. The study based in the electronic content about the courses obtained from sites with the support of the list of names mentioned by ABED (Brazilian Association of Distance Learning), UAB and Google and descriptive statistical analysis of results. The results showed that many universities, indifferent regions of Brazil with distance education courses, are far from enabling the effective commitment to educational inclusion. It is expected that this research cooperate with MEC, so that appropriate legal actions are taken to allow an effective inclusion, and the society knows the Brazilian reality concerning the preparation courses for Special Education Teachers are available in graduation courses.

Key words: teacher training, special education, inclusive education, distance learning.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

12/12/2015
Métricas
  • Visualizações do Artigo 591
  • PDF downloads: 464

Como Citar

CAMPOS, M. de L. I. L.; MENDES, E. G. Formação de professores para a educação inclusiva em cursos à distância: um estudo de campo documental. Revista Cocar, [S. l.], n. 1, p. 209–228, 2015. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/625. Acesso em: 23 jun. 2024.