Educação do corpo: formação e reconhecimento da subjetividade corporal

Body education: formation and recognition of bodily subjectivity

Autores

Resumo

Este texto objetiva refletir sobre a subjetividade corporal a partir das práticas coesas à educação física, entendendo-a como responsável pelas atividades corporais vertidas aqui como movimento corporal. O movimento corporal se liga aqui ao conceito ontológico de trabalho na lógica marxista. Questiona-se em que medida as atividades corporais, reconhecidas como campo de atuação da educação física pelo movimento corporal, podem constituir-se como elo de formação do sujeito por meio de atividades que superem as contradições capitalistas. Este é um ensaio por meio de pesquisa bibliográfica. Entende-se que o corpo tem se formado mediante a alienação do movimento corporal. Sendo assim, acredita-se que as práticas corporais da educação física devem buscar o reconhecimento dessas condições de alienação para que haja uma transformação na identificação de seus conteúdos para além do capitalismo.

Palavras-chave: Movimento Corporal; Corporalidade; Educação Física.

 

Abstract

This text aims to reflect on the corporeal subjectivity from the practices related to Physical Education, understanding it as responsible for the corporeal activities translated here as bodily movement. In this paper, the physical movement relates to Marxist logic's ontological concept of work. Thus, it is questioned in what measure the corporeal activities recognized as a field of Physical Education from the bodily movement can constitute a connecting element for the subject's formation from activities that overcome the capitalist contradictions. This essay employs bibliographic research. We understand that the body has been constituted from the alienation of bodily movement. Thus, we believe that Physical Education bodily practices must seek the identification of these alienation conditions so that there is a transformation in recognizing their contents beyond capitalism.

Keywords: Physical Activity; Corporeality; Physical education.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Milena de Lourdes Gomes Kirsten, Instituto Federal Goiano

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Estadual de Goiás (2004). Possui Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Goiás (2016). Trabalha no Instituto Federal Goiano onde atua como professora do EBTT na área de Educação Física. Atualmente cursa Doutorado em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Goiás. E-mail: milena.kirsten@ifgoiano.edu.br. Orcid: https://orcid.org/0000-0003-3460-434x

Tadeu João Ribeiro Baptista, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Possui licenciatura plena em Educação Física pela ESEFEGO. Mestre em Educação Brasileira pela Universidade Federal de Goiás. Doutorado em Educação pela Universidade Federal de Goiás. Pós-Doutorado em Educação na área de Filosofia e História da Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Líder do COEESA – Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Corpo, Estética, Exercício e Saúde. Professor Associado da Universidade Federal do Rio Grande do Norte onde no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGED) e no PROEF – Programa de Pós-Graduação em Educação Física em Rede Nacional da UFRN. E-mail: tadeujrbaptista@yahoo.com.br. Orcid: https://orcid.org/0000-0001-5140-2032.

Downloads

Publicado

07/03/2023
Métricas
  • Visualizações do Artigo 263
  • pdf downloads: 134

Como Citar

KIRSTEN, M. de L. G.; BAPTISTA, T. J. R. Educação do corpo: formação e reconhecimento da subjetividade corporal: Body education: formation and recognition of bodily subjectivity. Revista Cocar, [S. l.], v. 18, n. 36, 2023. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/5701. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos