O ensino e a pesquisa em Etnomatemática: (des)caminhos da sobrevivência à transcendência

Teaching and research in Ethnomathematics: (mis)paths from survival to transcendence

Autores

  • Idemar Vizoli UFT
  • Osvaldo dos Santos Barros UFPA
  • Roberto Paulo Bibas Fialho UEPA

Resumo

O ensino e a pesquisa em Etnomatemática revelam distintos contextos sociais imersos pela cultura produzida historicamente pelos seres humanos em interação com o meio ambiente, e isso orienta nosso modo de ser, viver, estar, e nos comportar no mundo. Sob este olhar, a Educação Matemática considera os saberes e fazeres da cultura humana, os quais resultam das interações sociais e ambientais que possibilitam a produção de artefatos e mentefatos que dão sentido e orientam nossa existência. Este artigo tem como objetivo, refletir em relação as (des)construções etnomatemáticas que permeiam os processos de ensino e aprendizagens no contexto cultural, relativamente ao trabalho feito no campo da pesquisa em etnomatemática. Trata-se de um estudo teórico, cuja reflexão assenta-se na literatura que versa sobre a produção da cultura como forma de resistência e afirmação de identidade(s), sob a perspectiva da Etnomatemática. Os estudos indicam que há sincronia nas práticas de ensino e pesquisa em Etnomatemática nos espaços educacionais que promovem ações didático-metodológicas que potencializam conexões entre os saberes e fazeres característicos de contextos culturais.

Palavras-chave:Etnomatemática; Cultura; Ensino e Pesquisa.

 

Abstract

Teaching and research in Ethnomathematics reveal different social contexts immersed in the culture historically produced by human beings in interaction with the environment, and this guides our way of being, living, being, and behaving in the world. From this point of view, Mathematics Education considers the knowledge and practices that are part of human culture, which result from social and environmental interactions that enable the production of artifacts and mental facts that give meaning and guide our existence. This article aims to reflect on the ethnomathematics (de)constructions that permeate the teaching and learning processes in the cultural context, in relation to the work done in the field of research in ethnomathematics. This is a theoretical study, whose reflection is based on the literature that deals with the production of culture as a form of resistance and affirmation of identity(ies), from the perspective of Ethnomathematics. Studies indicate that there is synchrony in teaching and research practices in Ethnomathematics, where educational spaces promote didactic-methodological actions that enhance connections between knowledge and practices characteristic of cultural contexts.

Key words: Ethnomathematics; Culture; Teaching and research.

Biografia do Autor

Idemar Vizoli , UFT

Doutor em Educação pela Universidade Federal do Paraná – UFPR, professor nos programas de Mestrado em Educação da Universidade Federal do Tocantins – UFT; no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática (PPGECEM) na Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática (REAMEC); no Programa de Pós-Graduação em Educação na Amazônia (EDUCANORTE) - Associação Plena em Rede; Coordenador estadual da REAMEC. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Matemática. https://orcid.org/0000-0002-7341-7099. E-mail: idemar@mail.uft.edu.br.

Osvaldo dos Santos Barros, UFPA

Doutor em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação do Centro de Ciências Sociais e aplicada (CCSA) da UFRN. Possui graduação em Licenciatura Plena Em Matemática pela Universidade do Estado do Pará (1998) e Mestrado em Educação em Ciências e Matemáticas pela Universidade Federal do Pará (2004). Atua como professor adjunto do campus de Abaetetuba da Universidade Federal do Pará – UFPA e no curso de Mestrado Profissional - Coordena o Grupo de Estudos e Pesquisas das Práticas Etnomatemáticas na Amazônia - GETNOMA. https://orcid.org/0000-0002-7185-4009. E-mail: osvaldosb@ufpa.br

Roberto Paulo Bibas Fialho, UEPA

 

Doutor em Educação em Ciências e Matemática Universidade Federal do Pará - UFPA. Atua como docente da Universidade do Estado do Pará (UEPA). Possui graduação em Arquitetura e em Educação Artística, especialização em ensino superior e mestrado em Planejamento do Desenvolvimento. Desenvolve atividades como de pesquisa na Universidade do Estado do Pará - UEPA, no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Matemática (PPGEEM), envolvendo etnomatemática e metodologia de pesquisa. https://orcid.org/0000-0002-6433-6983. E-mail: rpbibasfialho@uepa.br

Downloads

Publicado

30/07/2022