Abordagens do corpo na divulgação científica: tendências e padrões em estudos brasileiros

Body approaches in science communication: trends and patterns in brazilian studies

Autores

Resumo

A discussão sobre o corpo deve estar presente em nossa sociedade, visto que suscita questões que vão além do aspecto biológico. Assim, este tema precisa ser tratado em diferentes espaços de ensino. Considerando o potencial da Divulgação Científica (DC) para trabalhar aspectos científicos e sociais, este estudo teve como objetivo investigar de que forma a DC têm sido utilizada para abordar a temática corpo em espaços formais e não formais de ensino. Para isso, foi realizado um levantamento em periódicos brasileiros de estratos A1 e A2, da área de ensino, na Plataforma Sucupira da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Os dados coletados foram analisados à luz da análise categorial temática. Os resultados sinalizaram para uma carência de estudos que articulam a DC e o corpo. Entretanto, em alguns trabalhos foi possível observar uma variedade de recursos de DC para abordar o corpo, como por exemplo, o cinema, os games e as revistas. Este fato aponta para um caminho promissor no sentido de se realizar mais pesquisas nesta área e avançar na discussão sobre uma visão de corpo que transcenda o viés biológico.

Palavras-chave: Corpo; Divulgação Científica; Ensino.

 

Abstract

The discussion about the body must be present in our society, as it raises questions that go beyond the biological aspect. Thus, this theme needs to be addressed in different teaching spaces. Considering the potential of Scientific Communication (SC) to work on scientific and social aspects, this study aimed to investigate how SC has been used to address the theme of the body in formal and non-formal teaching spaces. For this, a survey was carried out in Brazilian periodicals of strata A1 and A2 in the teaching area, at the Sucupira Platform of the Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel. The collected data were analyzed in the light of thematic categorical analysis. The results signaled a lack of studies that articulate SC and the body. However, in some works it was possible to observe a variety of SC resources to address the body, such as cinema, games and magazines. This fact points to a promising path towards carrying out more research in this area and advancing the discussion on a view of the body that transcends the biological bias.

Palavras-chave: Body; Scientific Communication; Teaching.

 

 

 

Biografia do Autor

Jhony Weverson Rocha Coelho, Universidade Federal do Rio de Janeiro

 

Graduado em Licenciatura em Educação Física e Mestrando em Educação em Ciências e Saúde, ambos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. E-mail: jhonycoelho10@gmail.com Orcid.: https://orcid.org/0000-0002-8484-2605

 

.

Marcelo Borges Rocha, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca

 

Graduado em Ciências Biológicas, Mestre em Tecnologia Educacional para a Saúde, Doutor em Ciências Biológicas e Pós-doutor em Administração Pública. Docente da Graduação e Pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Educação no CEFET e da Pós-graduação em Educação e Saúde no Instituto NUTES/UFRJ e da Bioquímica Médica/UFRJ. Coordenador do Laboratório de Divulgação Cientifica e Ensino de Ciências/LABDEC. E-mail: rochamarcelo36@yahoo.com.br Orcid.: https://orcid.org/0000-0003-4472-7423

Downloads

Publicado

01/12/2021