Movimento 21 (M-21): Da violação de direitos à mobilização na Chapada do Apodi - interrelações com a educação popular

Movimiento 21 (M-21): De la violación de derechos a la movilización en Chapada do Apodi - interrelaciones con la educación popular

Autores

  • João Paulo Guerreiro de Almeida Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará
  • Severino Bezerra da Silva Universidade Federal da Paraíba

Resumo

Este trabalho analisa a atuação do Movimento 21 (M21), no contexto da Chapada do Apodi – CE, evidenciando suas articulações com o paradigma da educação popular. Partimos de reflexões acerca das categorias educação popular e movimentos sociais e realizamos uma pesquisa de campo, entre 2015 e 2019, na qual estabelecemos contato com sujeitos vinculados ao M21. Analisamos a V Semana Zé Maria do Tomé (evento anual organizado pelo M21) e outras atividades desenvolvidas por parceiros do M21 no território da Chapada. Percebemos que a atuação do M21 conjuga saberes populares e conhecimentos científicos, problematiza os conflitos socioambientais a nível local e global e promove a resistência junto aos moradores da Chapada do Apodi, permitindo concluir que, embora tenha caráter local, articula-se com a totalidade e constitui uma nova experiência de educação popular e de transformação social.

Palavras-chave: Movimento 21; Movimentos Sociais; Educação Popular.

 

Resumen

Este trabajo analiza la actuación del Movimiento 21 (M21), en el contexto de la Chapada do Apodi - CE, mostrando sus articulaciones con el paradigma de la educación popular. Partimos de reflexiones sobre las categorías de educación popular y movimientos sociales y realizamos una investigación de campo, entre 2015 y 2019, en que establecimos contacto con temas vinculados al M21. Analizamos la V Semana Zé Maria do Tomé (evento anual organizado por M21) y otras actividades desarrolladas por los socios de M21 en el territorio de Chapada. Nos dimos cuenta de que la actuación del M21 combina el conocimiento popular y el conocimiento científico, problematiza los conflictos socioambientales a nivel local y global y promueve la resistencia entre los habitantes de Chapada do Apodi, lo que nos permite concluir que, si bien tiene un carácter local, se articula con la totalidad y constituye una nueva experiencia de educación popular y transformación social.

Palabras llave: Movimiento 21; Movimientos sociales; Educación Popular.

               

Biografia do Autor

João Paulo Guerreiro de Almeida, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará

Doutorando em Educação pela Universidade Federal da Paraíba. Pedagogo e Mestre em Educação pela Universidade Estadual do Ceará. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE campus Limoeiro do Norte.

E-mail: joaopaulo.guerreiro@ifce.edu.br / Orcid: https://orcid.org/0000-0002-3055-8182

Severino Bezerra da Silva, Universidade Federal da Paraíba

Doutor em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Professor Titular da Universidade Federal da Paraíba, atuando no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), linha de pesquisa em Educação Popular e graduações de Pedagogia, História e Ciências Sociais.

E-mail: severinobsilva@uol.com.br / Orcid: https://orcid.org/0000-0002-3062-6640

Downloads

Publicado

01/08/2021

Edição

Seção

Artigos