Educação inclusiva no ensino superior e Monitoria Especial: da legalidade à educação para a sensibilidade

Inclusive education in higher education and Special Mediation: from legality to education for sensitivity

Autores

Resumo

A inclusão de pessoas com deficiência no ensino superior representa um grande desafio, diante das condições objetivas que, para incluir, excluem. Este artigo tem por objetivo refletir sobre a inclusão no ensino superior, tomando como referência o Programa de Monitora Especial desenvolvido pela Universidade Estadual de Maringá. O referido Programa disponibiliza a cada aluno atendido a mediação de um acadêmico monitor supervisionado por professores orientadores. Dessa forma, oportuniza-se mediação pedagógica individualizada, favorecendo a superação de obstáculos à aprendizagem. A monitoria especial produz impactos positivos na experiência de alunos, de docentes e dos demais segmentos da comunidade acadêmica no sentido de uma formação mais ampla e humanizadora, que inclui o desenvolvimento da sensibilidade.

Palavras-chave:  Educação inclusiva; Políticas públicas; Ensino superior; Monitoria especial.

 

Abstract 

The inclusion of people with disabilities in higher education represents a great challenge, considering the objective conditions that, in order to include, end up excluding. This article’s objective is to reflect on the inclusion in higher education, using as reference the Special Mediation Program developed by the State University of Maringá. The referred Program provides each covered student with the mediating of a mediator student, supervised by a supervisor teacher. Therefore, it’s provided individualized pedagogic mediation, which favors the overcoming of learning obstacles. The special mediation produces positive impacts in the students’ experience, such as the teachers’ and other members of the academic community, in order to have a more broad and humanizing formation, which includes the development of sensitivity.

Keywords: Inclusive education; Public policies; Higher education;       . 

 

Biografia do Autor

Celma Regina Borghi Rodriguero , Universidade Estadual de Maringá

É psicóloga (UEM), mestre em educação (UEM) e doutora em educação (UEM). É professora do Departamento de Teoria e Prática de Educação da Universidade Estadual de Maringá e coordenadora do Programa Multidisciplinar de Pesquisa e Apoio à Pessoa com Deficiência e Necessidades Educativas Especiais da UEM.  e-mail: crbrodriguero@uem.br. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-8979-4833

Maria Terezinha Bellanda Galuch, Universidade Estadual de Maringá

É pedagoga (UEM), mestre em educação (UEM), doutora em educação (PUC/SP), com estágio pós-doutoral no Instituto de Psicologia da USP. É professora do Departamento de Teoria e Prática da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringá. e-mail: mtbgaluch@uem.br. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-5154- 9819

Tânia dos Santos Alvarez da Silva, Universidade Estadual de Maringá

É pedagoga (UEM), mestre em educação (UNESP) e doutora em educação (UFPR). É professora aposentada pelo Departamento de Teoria e Prática da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringá. e-mail: tsasilva@uol.com.br. ORCID:  https://orcid.org/0000-0002-3283-8049

Downloads

Publicado

01/05/2021

Edição

Seção

Artigos