Mapeamento dos imigrantes venezuelanos na educação de jovens e adultos no Brasil (2013-2019)

Mapping Venezuelan immigrants in youth and adult education in Brazil (2013-2019)

Autores

Resumo

Desde 2013, as crises política e econômica têm levado venezuelanos a imigrarem para outros países. Desde então, eles estão presentes no sistema educacional brasileiro. Objetiva-se mapear as relações socioeconômicas desencadeadas pelos processos migratórios da Venezuela para o Brasil. À luz do materialismo histórico, investigou-se tais associações por meio dos Indicadores Educacionais do Censo da Educação, com foco na Educação de Jovens e Adultos (EJA). Os procedimentos metodológicos pautaram-se no levantamento de relatórios oficiais sobre imigrantes venezuelanos e na análise de microdados provenientes do Censo da Educação Básica, disponibilizados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), referentes ao período entre 2013 e 2019. Os dados indicam a maior parte dos imigrantes venezuelanos na EJA nas séries iniciais do Ensino Fundamental e na faixa etária entre 20 e 39 anos. A educação formal dos imigrantes é uma das vias fundamentais de acesso à língua portuguesa, aos direitos básicos como cidadãos legalizados no Brasil e à possibilidade de melhores condições de trabalho.

Palavras-chave: Migração Venezuelana; Educação de jovens e adultos; Microdados

 

Abstract

Since 2013 crises in Venezuela have forced its people to immigrate to other countries. Since then, they have been present in the Brazilian educational system. The objective is to map the socioeconomic relations triggered by the migratory processes from Venezuela to Brazil. In the light of historical materialism, such associations were investigated through the Educational Indicators of the Education Census, focusing on Youth and Adult Education (EJA). The methodology was based on the survey of official reports on Venezuelan immigrants and microdata from Basic Education Census carried out by the National Institute for Educational Studies and Research Anísio Teixeira (INEP) from 2013 to 2019.The data indicate that the majority of Venezuelan immigrants in EJA are in the initial grades of Elementary School and in the age group between 20 to 39 years old. Formal education for immigrants is a fundamental means of access to Portuguese language and basic rights as a legalized citizen in Brazil and the possibility of better working conditions.

Keywords: Venezuelan migration; Youth and adult education; Microdata

Biografia do Autor

Jucenir da Silva Serafim, Universidades Estadual de Londrina

Graduado em Letras Anglo-Portuguesa pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Com bolsa do Programa FLTA (Foreign Language Teaching Assistant) da Fulbright/CAPES na Illinois State University ministrou aulas de Português como Língua Estrangeira. Especialista em Filosofia Política e Jurídica UEL. Mestre em Ciência da Informação. Atualmente cursa doutorado em Educação. E-mail: jucenirs@gmail.com Orcid https://orcid.org/0000-0003-1344-6944

Vinícius Neves de Cabral, Universidade Estadual de Londrina

Graduação em Letras (2014) e Pedagogia (2019), especialização em Educação Especial e Inclusiva (2019) e mestrado em Educação (2017). Atualmente é doutorando em Educação também pela UEL em estágio de doutorado sanduíche na Brunel University London. Desenvolve pesquisa com ênfase nas relações entre cultura e formação humana. E-mail: mad.vinny@hotmail.com Orcid https://orcid.org/0000-0002-4632-3708

Silvia Márcia Ferreira Meletti, Universidade Estadual de Londrina

Graduação em Psicologia - Universidade Metodista de Piracicaba (1994), mestrado em Educação Especial (Educação do Indivíduo Especial) - Universidade Federal de São Carlos (1997), doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano - Universidade de São Paulo (2006) e pós-doutorado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Professora Associado C do Departamento de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Londrina. Coordenadora do GT15 - Educação Especial da ANPED (2015/17 - 2017/19). Bolsista de Produtividade em Pesquisa 2 CA-ED CNPq. smeletti@gmail.com Orcid https://orcid.org/0000-0002-6853-6667

Downloads

Publicado

01/01/2021