Histórias de professores na Amazônia: marcas de um contexto na formação do PARFOR

Autores

  • Daniele Dorotéia Lima danieledoroteia@gmail.com
  • Ana Cristina Cristo Vizeu Lima criscristo@gmail.com
  • Elizandra Rego Vasconcelos elizandravasconcelos@hotmail.com

Resumo

Stories of teaches in the Amazon: marks o one context in the formation of PARFOR

Resumo

A formação de professores oferecida pelo PARFOR na Amazônia constitui-se como desafio a ser enfrentado numa Região que é geograficamente distinta, socialmente mal compreendida e culturalmente complexa. Neste artigo, buscamos compreender o contexto em que acontece essa formação, refletidas por meio das  marcas que se impõem no desenvolver de suas experiências formativas, em turmas que atuamos como formadoras. Nesta perspectiva, a partir de uma investigação (auto)biográfica, recorremos a uma orientação metodológica com base na pesquisa narrativa (CONNELLY&CLANDININ). Para ampliar nosso movimento reflexivo, dialogamos com ARROYO (2011), FREIRE, (2014), NÓVOA(2000)  e LAROSSA (2002). Os indicativos apontam à retomada da Educação Básica e reconhecimento da cidadania plena com Planos que privilegiem o respeito às diferenças inerentes a cada região do país; e à mobilização de políticas públicas na promoção da formação de professores críticos e reflexivos, preparados a serem, verdadeiramente, agentes de transformação de suas realidades.

Palavras-chave: Marcas identitárias;  formação de professores; PARFOR

 

Abstract

The formation of teachers offered by the PARFOR program in the Amazon presents itself as a challenge to be faced in a region that is geographically distinct, socially misunderstood and culturally complex. In this article, we seek to understand the context in where such formations takes place, reflected through the marks that impose themselves in the development of their formative experiences, in classes that we act as formators. In that perspective, from a (self)biographic investigation, we resorted to a methodologic orientation based in narrative research (CONNELY&CLANDININ). In order to enlarge our reflexive movement, we dialogue with ARROYO (2011), FREIRE(2014), NÓVOA(2000) and LAROSSA (2002). The indicators point to the retake of Basics Education and recognizement of full citizenship with Plans that privilege the respect of differences within each region of the country; and the mobilization of public policies that promote the formation of critic and reflexive teachers, prepared to be true transforming agents of their own reality
Key-words: Identitymarks; teacher training; PARFOR.

 


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniele Dorotéia Lima

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade do Estado do Pará (2000), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2007), doutorado em Educação em Ciências e Matemática pelo PPGECM/IEMCI/UFPA (2015). Desenvolve pesquisa na linha Formação de Professores com trabalhos voltados para a Educação Científica e (auto)biografia docente. Atuou por 19 anos como professora da Secretaria Municipal de Ensino e por 12 anos como Técnica em Assuntos Educacionais da UFPA. Esteve a frente da Diretora de Educação Infantil e Ensino Fundamental - Secretaria de Estado de Educação do Pará (2008 e 2009). É membro do grupo de pesquisa de formação de professores (TRANS)FORMAR, vinculado ao IEMCI/UFPA, bem como atua na extensão universitária junto ao Clube de Ciências da UFPA. Em 2017 passou a ser credenciada no Programa de Pós-Graduação em Currículo e Gestão da Escola Básica - PPEB. Compõe o núcleo gestor do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Infâncias e Educação. É membro do Fórum de Alfabetização, Leitura e Escrita Flor do Grão Pará. Atualmente atua como professora associada na Universidade Federal do Pará, no Instituto de Ciências da Educação-ICED. E-mail: danieledoroteia@gmail.com  Orcid: http://orcid.org/0000-0002-1790-9259

 

Ana Cristina Cristo Vizeu Lima

Professora Licenciada Plena Em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Pará (1986), é Especialista em Informática na Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina(2001), Mestre em Educação em Ciências pela Universidade Federal do Pará (2009) e Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências da Universidade Federal do Pará (2013...). Atualmente é professora efetiva da Secretaria de Estado de Educação do Pará e Técnica em Assuntos Educacionais da Universidade Federal do Pará, atuando nas áreas de Ensino de Ciências e Biologia, de Formação de Professores, de Educação a Distância e de Tecnologias Educacionais. E-mail: criscristo@gmail.com

Orcid: http://orcid.org/0000-0002-5447-2674

Elizandra Rego Vasconcelos

Doutora em Educação Científica e Tecnológica - UFSC (2016). Com mestrado em Educação em Ciências e Matemáticas - UFPA (2011) e Licenciada Plena em Ciências Biológicas (2009). Atualmente é docente na Universidade Federal do Amazonas - UFAM. Exerce pesquisa em Educação em Ciências com os principais focos em Desenvolvimento Sustentável, CTS, e formação inicial e continuada de professores, ensino de ciências e formação de professores.

E-mail: elizandravasconcelos@hotmail.com       Orcid: https://orcid.org/0000-0002-9634-4523

 

Downloads

Publicado

29/03/2020
Métricas
  • Visualizações do Artigo 271
  • PDF downloads: 241

Como Citar

LIMA, D. D.; LIMA, A. C. C. V.; VASCONCELOS, E. R. Histórias de professores na Amazônia: marcas de um contexto na formação do PARFOR. Revista Cocar, [S. l.], v. 14, n. 28, p. 420–439, 2020. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/3131. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos