Modos de controle do cotidiano: a assombração e o tempo

Autores

  • Mitsi Pinheiro de Lacerda mitsipinheiro@id.uff.br

Resumo

Modes of everyday control: mysticism and time

Resumo

Produzido a partir de orientações advindas dos estudos da vida cotidiana, o artigo aproxima-se de movimentos renitentemente inscritos por praticantes dos cotidianos, de forma a dar a ver – apesar das interdições, regulações e controles – algumas trajetórias indeterminadas que se esgueiram pelas frestas da regulação. O objetivo traçado por esta aproximação configura breve discussão acerca de diferentes consumos do espaço e tempo escolar, tomando como referência os consumos do espaço e tempo vivenciados na roça. Através da comunicação de relatos provenientes de registros autobiográficos, neste texto estão presentes movimentos e lógicas não representados no plano hegemônico, mas que insistem em se enunciar na vastidão do mundo. O referencial teórico empregado atravessa parte da produção intelectual de Michel de Certeau, Henri Lefebvre, Michel Foucault e Boaventura de Souza Santos, de forma a compreender o consumo do espaço e tempo na sociedade moderna, com suas redes de vigilância e produção da inexistência humana. A conclusão do artigo ressalta que nas vidas cotidianas das crianças do meio rural, o espaço é controlado misticamente e o tempo é livre, enquanto que, na escola, o espaço é fragmentado, e o tempo é confiscado.

Palavras chave: Cotidiano rural. Cotidiano Escolar. Espaço e Tempo.

 

Abstract

Produced from the orientations of daily life studies, the article approaches – despite interdictions, regulations and controls – some indeterminate trajectories that creep through the cracks of the regulation. The objective is a brief discussion about the different uses of space and time at school, taking as reference the consumption of space and time lived in the small farm. Through the communication of narratives from autobiographical records, in this text shows movements and logics not represented in the hegemonic plane, but that are enunciate in the vastness of the world. The theoretical reference used is part of the intellectual production by Michel de Certeau, Henri Lefebvre, Michel Foucault and Boaventura de Souza Santos, in order to understand the consumption of space and time in modern society, with its networks of surveillance and production of human inexistence. The conclusion of the article emphasizes that in the daily lives of rural children, the space is controlled by mystically way and time is free, while at school, space is fragmented, and time is confiscated.

Key words: Daily life of small farm. Everyday School. Space and Time.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mitsi Pinheiro de Lacerda

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo. Professora do Departamento de Ciências Humanas e do Programa de Pós-Graduação em Ensino da Universidade Federal Fluminense. E-mail: mitsipinheiro@id.uff.br

Orcid: https://orcid.org/0000-0003-2552-0590

Downloads

Publicado

28/03/2020
Métricas
  • Visualizações do Artigo 153
  • PDF downloads: 88

Como Citar

DE LACERDA, M. P. Modos de controle do cotidiano: a assombração e o tempo. Revista Cocar, [S. l.], v. 14, n. 28, p. 263–284, 2020. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/3120. Acesso em: 23 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos