O Programa Mais Educação e sua implementação num contexto local: o caso de Fortaleza, Ceará

Mais Educação Program and its implementation in a local context: the case of Fortaleza, Ceará

Autores

Resumo

Este artigo analisa a experiência de implementação do Programa Mais Educação (PME) em Fortaleza, no período 2007 – 2020. O trabalho é de natureza qualitativa, com abordagem descritiva, se caracterizando como um estudo de caso. Foram utilizados dados quantitativos obtidos nas Sinopses Estatísticas da Educação Básica publicadas anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), resultados da coleta do Censo Escolar, documentos disponibilizados nos sites oficiais do Ministério da Educação e Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Os resultados demostram que o PME vem sendo reinterpretado e recontextualizado pelos atores locais desde sua implementação, inclusive, servindo de referência para que o município desenvolva novas iniciativas de políticas educacionais, com vistas à ampliação de jornada escolar e melhoria da qualidade do ensino.  

Palavras-chave: Política educacional; Programa Mais Educação; Tempo integral.

 

Abstract

This paper analyzes, through the policy cycle, the experience of implementing Mais Educação Program (PME, initials in Portuguese) in Fortaleza, in the period 2007-2020. The work is qualitative in nature,  a descriptive and explanatory approach, characterizing itself as a case study. Quantitative data obtained from Statistical Synopsis of Basic Education published annually by the National Institute of Educational Studies and Research Anísio Teixeira (Inep), were used as results of the collection of the School Census, documents made available on the official websites of the Ministry of Education  and the National Education Development Fund. The results show that the PME has been reinterpreted and recontextualized by local actors since its implementation, including serving as a reference for the municipality to develop new educational policy initiatives, with a view to expanding school hours and teaching quality. 

 Keywords: Educational policy; Mais Educação Program; Full-time.

 

Biografia do Autor

Eloisa Maia Vidal, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ

Professora associada da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Doutora em educação. Atua no Programa de Pós-graduação em Educação e desenvolve pesquisas na área de política e gestão educacional e avaliação em larga escala. Atualmente, é coordenadora adjunta da Universidade Aberta do Brasil na UECE. É vice-líder do Grupo de Pesquisa do CNPq Política Educacional, gestão e aprendizagem.

Email: eloisamvidal@yahoo.com.br  ORCID: http://orcid.org/0000-0003-0535-7394

 

Erineuda do Amaral Soares, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ

Doutora em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (UECE), mestra em Gestão Educacional pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), especialização em Metodologia do Ensino Fundamental e Médio (UVA), especialização em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica - Faculdade da Grande Fortaleza (FGF). Professora da Rede Municipal de Fortaleza. É membro do Grupo de Pesquisa do CNPq Política Educacional, gestão e aprendizagem. Email:  erineudasoares6@gmail.com   ORCID: https://orcid.org/0000-0001-8399-9267

Ruani Cordeiro de Sousa, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ

Professora da Rede Municipal de Ensino de Fortaleza, formada em Letras pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Mestre em Educação Brasileira (UFC), doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará. É membro do Grupo de Pesquisa do CNPq Política Educacional, gestão e aprendizagem.

E-mail: ruani.cordeiro@aluno.uece.br ORCID: https://orcid.org/0000-0002-1646-3734

Downloads

Publicado

15/04/2022

Edição

Seção

Artigos