Percursos urbanos como método de reconhecimento do patrimônio cultural negro

Urban routes as a method of recognizing black cultural heritage

Autores

  • Meryelle Macedo da Silva Universidade Federal do Ceará
  • Rafael Ferreira da Silva
  • Henrique Cunha Junior

Resumo

A educação escolar ainda está arraigada a um pensamento eurocêntrico, o que é um empecilho para a compreensão da história da África e africanidades brasileiras, estas, formadoras de um patrimônio cultural. A Lei 10.639/03, busca suplantar o eurocentrismo presente no currículo, e obrigatoriza a escola evidenciar o protagonismo social negro. Diante do contexto, objetivamos refletir sobre práticas pedagógicas que  possibilitem o reconhecimento do patrimônio cultural negro enquanto efetivação da Lei.10.639/03. Nesse processo, analisamos a metodologia dos percursos urbanos. Fundamentados no método da afrodescendência, realizamos nossos percursos no município do Crato-Ce. Compreendemos que os percursos urbanos nos permitiram o reconhecimento de um patrimônio cultural material e imaterial negro, sendo assim, uma importante ferramenta pedagógica para efeivação da Lei 10.639/03.

Palavras-chave: Educação escolar; Percursos urbanos; Patrimônio cultural negro.

 

 

Abstract

School education is still rooted in Eurocentric thinking, which is an obstacle to understanding the history of Africa and Brazilian Africanities, which form a cultural heritage. Law 10.639/03, seeks to supplant the Eurocentrism present in the curriculum, and obliges the school to show black social protagonism.In light of the context, we aim to reflect on pedagogical practices that enable the recognition of black cultural heritage while enforcing Law 10.639/03. In this process, we analyze the methodology of urban routes. Based on the method of African descent, we carry out our tours in the municipality of Crato-Ce. We understand that urban routes allowed us to recognize a black material and immaterial cultural heritage, thus being an important pedagogical tool for the implementation of Law 10.639/03.

Keywords: School education; Urban routes; Black cultural heritage.

 

 

 

Biografia do Autor

Meryelle Macedo da Silva, Universidade Federal do Ceará

Doutoranda em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Mestre em Educação pela Universidade Regional do Cariri (URCA),  Especialista em Geografia e Meio Ambiente (URCA), graduada em Geografia (URCA) e Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação, Gênero e Relações Étnico-Raciais (NEGRER).

E-mail: meryellerodrigues@hotmail.com    Orcid: https://orcid.org/0000-0002-7233-7281

Rafael Ferreira da Silva

Graduando em Geografia pela Universidade Regional do Cariri (URCA), Pesquisador das relações étnicas no Cariri cearense. Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação, Gênero e Relações Étnico-Raciais (NEGRER)

E-mail: rafaelferreira688@yahoo.com.br    Orcid: https://orcid.org/0000-0002-5607-0273

Henrique Cunha Junior

Professor titular da Universidade Federal do Ceará (UFC), Doutor em Engenharia pelo Instituto Politécnico de Lorraine, França, Mestre em Engenharia e História, Pesquisador sobre as populações negras, história da tecnologia africana e urbanismo africano.  Leciona as disciplinas de graduação e Pós-graduação de: História dos Afrodescendentes; Urbanismo Africano; Bairros negros; Ciência tecnologia e Sociedade; Planejamento Energético. Pesquisa urbanismo Africano; Bairros negros; Educação da população negra.

E-mail: hcunha@ufc.br    Orcid: https://orcid.org/0000-0002-9664-5545

 

Downloads

Publicado

15/04/2022

Edição

Seção

Artigos