Implementação das políticas públicas de educação inclusiva e formação de professores: experiências das escolas públicas de Niterói/RJ

Autores

  • Michelli Agra Universidade Federal Fluminense (UFF)
  • Valdelúcia Alves da Costa Universidade Federal Fluminense - UFF

Resumo

Artigo resultante de estudo sobre experiências das escolas públicas de Niterói na implementação das políticas de educação inclusiva, tendo por objetivo caracterizar o município quanto à atuação, formação de professores e legislação. O referencial teórico-metodológico é a Teoria Crítica da Sociedade, tendo por participantes dezoito professoras e a gestora de Educação Especial. Os resultados revelaram que mesmo considerando os limites e as contradições da sociedade de classes, Niterói avançou com a educação inclusiva, com destaque ao apoio pedagógico aos professores no enfrentamento dos desafios docentes inclusivos. Assim, pode-se afirmar que a educação inclusiva é considerada fator de desenvolvimento humano e social em Niterói, ao possibilitar a experiência entre estudantes em situação de inclusão e colegas sem deficiência na escola, o que contribui sobremaneira no combate ao preconceito.

Palavras-chave: Políticas de Educação Inclusiva; Formação de Professores; Inclusão Escolar.

 

Abstract

Article resulting from a study on the experiences of public schools in Niterói in the implementation of inclusive education policies, aiming to characterize the municipality in terms of performance, teacher formation and legislation. The theoretical-methodological framework is the Critical Theory of Society, with eighteen teachers and the Special Education manager as participants. The results revealed that even considering the limits and contradictions of the class society, Niterói made progress with inclusive education, with emphasis on pedagogical support to teachers in facing the inclusive teaching challenges. Thus, it can be said that inclusive education is considered a factor of human and social development in Niterói, by enabling the experience of students in a situation of inclusion and colleagues without disabilities at school, which contributes greatly in the fight against prejudice.

Keywords: Inclusive Education Policies; Teacher Formation; School Inclusion.             

 

Biografia do Autor

Michelli Agra, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Professora de Educação Física; doutoranda do Programa de Pós-graduação em Educação (UFF); bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); participante do Projeto de Pesquisa (CNPq): Violência Escolar: discriminação, bullying e responsabilidade; membro do Grupo de Pesquisa (CNPq): Políticas em Educação: formação, cultura e inclusão.

E-mail: millissousa@yahoo.com.br

Orcid: https://orcid.org/0000-0002-8811-5595

Valdelúcia Alves da Costa, Universidade Federal Fluminense - UFF

Professora Titular da Universidade Federal Fluminense (UFF). Docente da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação. Líder do Grupo de Pesquisa (CNPq): Políticas em Educação: formação, cultura e inclusão. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa (CNPq): Estudos sobre violência escolar: bullying e preconceito. Coordenadora na UFF do Projeto de Pesquisa (CNPq): Violência Escolar: discriminação, bullying e responsabilidade. Coordenadora do Observatório de Educação: violência, inclusão e direitos humanos (UFF).

E-mail: valdeluciaalvescosta@id.uff.br

Orcid: https://orcid.org/0000-0003-4751-4861

 

 

Downloads

Publicado

23/07/2021

Edição

Seção

Artigos