Políticas Públicas Educacionais e o Empreendedorismo na escola

Public Educational Policies and Entrepreneurship at school

Autores

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a educação empreendedora nas políticas públicas educacionais brasileiras, buscando compreender a influência de orientações de organismos internacionais. A partir de 1990, com a crise estrutural do capital, a tendência pós-moderna e as políticas neoliberais, as instituições educacionais empenharam-se em modificar suas estruturas, com o intuito de responder à necessidade da sociedade capitalista de formar sujeitos capazes de se adaptarem ao contexto de flexibilização dos processos produtivos. A análise dos documentos possibilitou identificar que as políticas públicas educacionais das três últimas décadas voltam-se para a reformas, organização de diretrizes e implementação de programas que enfatizam o desenvolvimento de alunos empreendedores, com habilidades e competências específicas, secundarizando os conhecimentos dos diferentes campos disciplinares. Essa tendência é contrária à educação para a emancipação, embora o discurso seja o da valorização de sujeitos autônomos e participativos.

Palavras-chave: Empreendedorismo; Políticas Públicas; Escola.

 

Abstract

The aim of this article is to analyze entrepreneurial education in Brazilian educational public policies, seeking to understand the influence of guidelines from international organizations. From 1990 onwards, with the structural crisis of capital, the postmodern trend and neoliberal policies, educational institutions endeavored to modify their structures, in order to respond to the need of capitalist society to train subjects capable of adapting the context of flexibilization of production processes. The analysis of the documents made it possible to identify that the educational public policies of the last three decades are focused on reforms, organization of guidelines and implementation of programs that emphasize the development of entrepreneurial students, with specific skills and competences, giving second place to the knowledge of different disciplinary fields . This tendency is contrary to education for emancipation, although the discourse is one of valuing autonomous and participatory subjects.

Keywords: Entrepreneurship; Public policy; School.

 

 

 

Biografia do Autor

Glaucia Botan Rufato, Universidade Estadual de Maringá

 

Mestranda no Programa de Pós Graduação em Educação na Universidade Estadual de Maringá. Professora na rede municipal de ensino de Maringá.

 Email: glauciaefelipe@hotmail.com ORCID: https://orcid.org/0000-0002-3668-6492

Telma Adriana Pacífico Martineli, Universidade Estadual de Maringá

 

Licenciada em Educação Física pela Universidade Estadual de Maringá. Mestrado e Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Maringá. Professora do Departamento de Educação Física Da UEM e do Programa de Pós Graduação em Educação.

Email: telmamartineli@hotmail.com  ORCID: https://orcid.org/0000-0003-2997-2957

Downloads

Publicado

30/07/2021

Edição

Seção

Artigos