Maternar e estudar no contexto pandêmico: narrativas de estudantes mães alunas do curso de Pedagogia da Universidade Federal de Sergipe

Motherhood and study in the pandemic context : narratives of student mother students of the Pedagogy course of the Federal University of Sergipe

Autores

Resumo

Esse artigo tem sua origem como parte de uma pesquisa que buscou compreender e analisar os sentidos a respeito da maternagem de alunas mães do curso de Pedagogia da Universidade Federal de Sergipe, através de suas narrativas. Como o estudo se desenvolveu durante o contexto marcado pela crise sanitária instalada pela pandemia do novo coronavírus, tornou-se essencial compreender a realidade pela qual passam essas alunas, já que é desse lugar que narram suas experiências e expectativas. A partir da análise dos dados obtidos, foi possível perceber como a desigualdade de gênero e os estereótipos impostos às mulheres, sobretudo às mães, produzem impactos sobre a permanência dessas alunas no curso, assim como também sobre a qualidade de sua formação, consequentemente influenciando a construção de suas subjetividades profissionais.

Palavras-chave: Pandemia; Maternagem; Pedagogia

 

 

Abstract

This article has its origin as part of a research that sought to understand and analyze the meanings about the motherhood of students mothers of the Pedagogy course of the Federal University of Sergipe through their narratives. Since the study was developed during the context marked by the health crisis installed by the pandemic of the new coronavirus, it became essential to understand the reality that these students go through, since it is from this place that they relate their experiences and expectations. From the analysis of the obtained data, it was possible to perceive how gender inequality and stereotypes imposed on women,  especially on mothers, impact the stay of these students in the course, as well as the quality of their education, therefore influencing the construction of their professional subjectivities.

Keywords: Pandemic, Maternalization, Pedagogy

 

Biografia do Autor

Dinamara Garcia Feldens, Universidade Federal de Sergipe

Possui licenciatura em História (1996), Mestrado e Doutorado em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos UNISINOS/RS. Possui pós-doutorado pela Universidade Complutense de Madrid UCM. Coordena o Grupo de Pesquisa Educação, Cultura e Subjetividade (GPECS/UFS/CNPq). É pesquisadora e professora da Universidade Federal de Sergipe e do Programa de Pós Graduação em Educação.

Email: dfeldens@hotmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-6471-3876.

Débora dos Reis Silva Backes, Universidade Federal de Sergipe

Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal de Sergipe (2021).

Membro do Núcleo de Estudos, Extensão e Pesquisa em Inclusão Educacional e Tecnologia Assistiva – NÚPITA/UFS e do Grupo de Pesquisa Educação, Cultura e Subjetividade (GPECS/UFS/CNPq). Especializanda em Psicopedagogia Clínica e Institucional pela Metropolitan Educação- FAMEESP.

Email: debsilvabac@gmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-4466-2658.

 

Downloads

Publicado

26/07/2021

Edição

Seção

Artigos