Razão Indolente/Instrumental e Política Educacional Escolar Indígena Moderna Brasileira: alguns apontamentos

Indolent/Instrumental Reason and Brazilian Modern Scholar-Educational Politics for Natives: some notes

Autores

Resumo

O artigo discute a orientação ideológica da política educacional escolar indigenista brasileira (PEEIB) ao longo da maior parte do século XX. Situa esta orientação no quadro de referências do que Boaventura Santos denomina razão indolente e que Adorno e Horkheimer denominam razão instrumental. A metodologia é bibliográfica e documental. A questão proposta é: de que modo a "razão indolente" se manifestou na PEEIB durante seu período modernizador? Os resultados mostram que esta política se ligou às perspectivas ideológicas da inferioridade racial, social, cultural, econômica e humana do indígena. Conclui que os processos práticos de colonização, violência e barbarismo contra indígenas são induzidos e estimulados por este quadro ideológico.

Palavras-Chave: Razão Indolente; Razão Instrumental; Política Indigenista de educação.

 

Abstract

The article discusses the ideological orientation of Brazilian Scholar-Educational Politics for Native people (PEEIB) along of major part of 20 th century. Situates the referred orientation in the frame of refferences of what Boaventura Santos calls Indolent Reason and Adorno & Horkheimer call Instrumental Reason. The methodology is bibliographic and documentary. The question which we propose is: in which ways Indolent Reason has been manifested during its Modernizing period? The research findings show that this politics have been linked to ideological perspectives of racial, social, cultural, economical and human inferiorities of natives. Concludes that practical colonization processes, violence and barbarism against natives are inducted and stimulated by this ideological frame.

Key-words: Indolent Reason; Instrumental Reason; Scholar-Educational Politics for Native people.

 

 

Biografia do Autor

Kassandra Conceição Castro de Sousa, Universidade Tuiuti do Paraná

Bacharelado em Ciências Sociais pela ULBRA. Especialização - UFPR. Mestranda em Educação pela - UTP. Membro do Grupo de Pesquisa Trabalho, Educação e Políticas Educacionais (TEPE/UTP). Email: kasandrak1224@gmail.com

ORCID: http://orcid.org/0000-0001-8259-2529

Fausto dos Santos Amaral Filho, Universidade Tuiuti do Paraná

Doutorado em Filosofia – UFRJ. Professor do PPGED da UTP. Líder do Grupo de Pesquisa Epistemologia e Educação. Coordenador da Linha de Pesquisa Políticas Públicas e Gestão da Educação do PPGED da UTP. Email: faustodossantos@outlook.com

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-3800-0706

Downloads

Publicado

01/05/2021

Edição

Seção

Artigos