Formação de Educadores Sociais para a inclusão do público alvo da Educação Especial

Estado da Arte

Autores

  • Talita Vasconcellos tallita.perussi@gmail.com
    unesp
  • Relma Carneiro relma.urel@unesp.br

Palavras-chave:

Educação não formal. Formação. Educadores. Público Alvo da Educação especial

Resumo

Partindo da questão: Como é a formação do educador social em relação à inclusão? Qual a importância da formação continuada para esses educadores? O presente trabalho apresenta o estado da arte do tema: Formação de educadores do ensino não formal para o trabalho com o Público Alvo da Educação Especial. Partindo da questão: Como é a formação do educador social em relação à inclusão? Qual a importância da formação continuada para esses educadores? O presente trabalho apresenta o estado da arte do tema: Formação de educadores do ensino não formal para o trabalho com o Público Alvo da Educação Especial. Foi realizado o balanço de produção nos bancos de dados de base digital de periódicos da CAPES/MEC - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação, da BDTD – Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações, SciELO – Cientific Eletronic Library Online e Google Acadêmico de estudos realizados nos últimos 20 anos utilizando descritores específicas que descrevem o objeto do estudo em questão. Foram encontrados apenas 14 trabalhos, logo percebe-se a falta de estudos que trazem a formação continuada em educação inclusiva em organizações da educação não formal.  Nesse sentido, ressalta-se a relevância de novos estudos pautados na importância de oferecer a formação continuada para educadores, visando a possibilitar e viabilizar oportunidades igualitárias de acesso e permanência do aprendiz PAEE no espaço de ensino não-formal

Referências

Brasil (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Imprensa Oficial.

Brasil (2016). Diretrizes Operacionais da Educação Especial para o Atendimento educacional Especializado na Educação Básica. Brasília: MEC/SEE, 2008. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br> Recuperado de: 27 ago.

Capellini, V. L. M. F. (2004). Avaliação das possibilidades do ensino colaborativo no processo de inclusão escolar do aluno com deficiência mental. 2004. 300f. Tese (Doutorado em Educação Especial) – Programa de Pós-Graduação em Educação Especial: UFSCar, São Carlos.

Franco, M. (2005). Análise de conteúdo. Brasília, 2.ed: Líber Livros Editora.

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (2016). Análise da produção científica a partir de publicações em periódicos especializados. In: Indicadores de ciência, tecnologia e inovação em São Paulo 2010. São Paulo: Fapesp, v (1).

Gatti, B. (2005). Grupo focal na pesquisa em ciências sociais e humanas. Brasília: Líber Livro.

Gohn, M. (2006). O Ato investigativo na produção do conhecimento: Questões Metodológicas. São Paulo, UNINOVE.

Ibiapina, H. M. M. B. (2008). Pesquisa colaborativa: investigação, formação e produção de conhecimentos. Brasília: Líber Livro.

Mazer, S. M.; Bello, A. C. Dal & Bazon, M. R. (2009). Dificuldades de aprendizagem: revisão de literatura sobre os fatores de risco associados. Psicol. educ., São Paulo, 28, 7-21, jun.

Mendes, E. G. (2014). Caminhos da Pesquisa sobre Formação de Professores para a Inclusão Escolar. In. MENDES, E.G.; ALMEIDA.M.A.; HAYASHI, M.C.P.I. Temas em educação especial: conhecimentos para fundamentar a prática. Araraquara, SP: Junqueira & Marin; Brasilia, 92-122.

Moreira, C. O. F.; Hortale, V. A. & Hartz, Z. (2004). Avaliação da pós-graduação: buscando consenso. Revista Brasileira de Pós-graduação, 1(1), 26-40, jul.

Pletsch, M. D. (2009). A formação de professores para a educação inclusiva: legislação, diretrizes políticas e resultados de pesquisas. Educar, Curitiba, 33, 143-156.

.

Vitalino, C. R.; Manzini, E. J. (2010). A formação inicial de professores para a inclusão de alunos com necessidades educacionais especial. In: Vitalino,C.R. (Orgs). Formação de professores para a inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais. Londrina: EDUEL, 51-112.

Downloads

Publicado

27/01/2023
Métricas
  • Visualizações do Artigo 76
  • PDF downloads: 0

Edição

Seção

Dossiê