SÍNDROME DE FOURNIER: ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO PORTADOR PELO USO DE TECNOLGIAS EM SAÚDE

Autores

  • Karen Silva de Castro Universidade do Estado do Pará
  • Lauany Silva de Medeiros Universidade do Estado do Pará
  • Nayara Fernanda Alves Moreira Universidade do Estado do Pará
  • Caio Heitor Vieira Melo Universidade do Estado do Pará
  • Renata Campos de Sousa Borges Universidade do Estado do Pará
  • Jaylen França Cunha Universidade do Estado do Pará

Resumo

Objetivo da pesquisa: O objetivo do estudo é relatar a elaboração de Tecnologias em Saúde didáticas para o tratamento de um paciente portador da Síndrome de Fournier. Metodologia: Este estudo trata-se de um estudo exploratório e descritivo que almejou elucidar a construção de planos de cuidados destinados ao paciente, a família e as instituições de saúde envolvidas na reabilitação da SF. Principais resultados: As Tecnologias em Saúde cresceram exponencialmente, pois, estão interrelacionadas a prestação de um atendimento com diligência e eficácia. Portanto, essas técnicas possuem efeitos na qualificação do profissional para garantia da saúde integral, com isso, foi moldado um Plano de Cuidados referente as principais carências do indivíduo, sendo elaborado em complemento aos cuidados do paciente. Conclusão: O desenvolvimento de tecnologias educacionais que otimizem o cuidado e as necessidades humanas básicas, a fim de garantir um atendimento de enfermagem qualificado e integral.

Biografia do Autor

Karen Silva de Castro, Universidade do Estado do Pará

Acadêmica do 5° semestre do curso de graduação em enfermagem, na Universidade do Estado do Pará (UEPA). Atualmente é coordenador (a) do Projeto Samu Kids em vinculo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência 192 (SAMU 192) e exerce Estágio Extracurricular de Saúde da Criança no Programa de Voluntariado da Atenção Primária à Saúde Pública - Colabora-AB da Secretária Municipal de Saúde Pública de Tucuruí-PA. Membro do grupo de pesquisa Núcleo de Educação e Pesquisa em Educação e Saúde da Amazônia (NUPESA), no qual integra a linha de pesquisa Educação, Saúde e Tecnologias numa perspectiva interdisciplinar. Participa do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), com 1 projeto aprovado. Exerceu cargo de bolsista e voluntária do Programa Campus Avançado da UEPA, com 2 projetos aprovados. Participou como voluntária do Projeto Samuzinho do SAMU 192 no ano de 2019. 

Lauany Silva de Medeiros, Universidade do Estado do Pará

Acadêmica do 5° semestre do curso de graduação em enfermagem, na Universidade do Estado do Pará (UEPA). Atualmente é coordenadora do Projeto Samu Kids que é vinculado ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência 192 (SAMU 192), é estagiaria no setor de Saúde Mental do Programa de Atenção Primária à Saúde Pública (VASP) que ocorre em parceria ao projeto Colabora AB - da Secretária Municipal de Saúde Pública de Tucuruí-PA. É Membro do grupo de pesquisa Núcleo de Educação e Pesquisa em Educação e Saúde da Amazônia (NUPESA), no qual integra a linha de pesquisa Educação, Saúde e Tecnologias numa perspectiva interdisciplinar. É bolsista do Programa Institucional de
Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), com 1 projeto aprovado. Exerceu cargo de bolsista e voluntária do Programa Campus Avançado da UEPA, com 2 projetos aprovados. Participou como voluntária do Projeto Samuzinho do SAMU 192 no ano de 2019. 

Nayara Fernanda Alves Moreira, Universidade do Estado do Pará

Acadêmica de enfermagem da Universidade do Estado do Pará, cursando o 5° semestre, atuando como Estagiária do Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) e Comissão de Controle de Infecções (CCIH) do Hospital Regional de Tucuruí (HRT). Além de ser membro do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Educação e Saúde da Amazônia (NUPESA). 

Caio Heitor Vieira Melo, Universidade do Estado do Pará

Acadêmico de enfermagem na Universidade do Estado do Pará, Campus XIII-Tucuruí. Participa atualmente do programa de estágio voluntário do projeto SAMUZINHO, no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Tucuruí. Participou dos programas de estagio do Setor de Atendimento Médico e Estatístico (SAME) e do Núcleo Interno de Regulação (NIR) do Hospital Regional de Tucuruí-PA, no ano de 2019. Integrante da linha de pesquisa: Educação, Saúde e tecnologias numa perspectiva interdisciplinar e; Pesquisas Epidemiológicas do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Educação e Saúde da Amazônia - NUPESA, que tem como vínculo institucional a Universidade do Estado do Pará.

Renata Campos de Sousa Borges, Universidade do Estado do Pará

Formação profissional curso de graduação em Enfermagem pela Universidade do Estado do Pará-UEPA, Núcleo Tucuruí, Campus XIII. Mestre em Ensino e Saúde pelo Programa de Mestrado Profissional em Ensino e saúde na Amazônia da Universidade do Estado do Pará- Centro de Ciências Biológicas e da Saúde ? CCBS/UEPA- Belém-PA- Doutoranda no Programa Pós-graduação, Doutorado Profissional em Ensino e saúde na Amazônia da Universidade do Estado do Pará- Linha de pesquisa: Fundamentos e metodologias em ensino na saúde na Amazônia. Pós- graduação Latu senso em Enfermagem do Trabalho pelo Centro Universitário Internacional, UNINTER, Curitiba, Brasil. Pós-graduação em Oncologia pela Faculdade de Tecnologia Machado de Assis- FAMA e Pós-graduação em Andamento em Docência do Ensino Superior. Atualmente, com atuação na coordenação do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador- CEREST Lago Tucuruí- PA. Atuação na docência do ensino superior para o curso de graduação em Enfermagem na Universidade do Estado do Pará Núcleo Tucuruí-PA e Faculdade Gamaliel, Pólo Tucuruí-PA. Áreas de interesses: Assistência de Enfermagem, educação em saúde, continuada e permanente, metodologias ativas, práticas educativas e tecnologias educativas. Membro do Grupo de Pesquisa Núcleo de Pesquisa de Educação em Saúde (NUPESA) pela Universidade do Estado do Pará.

Jaylen França Cunha, Universidade do Estado do Pará

Enfermeira graduada pela Universidade do Estado do Pará (UEPA), com pós graduação latu sensu em Enfermagem em Urgência Emergência e UTI (2015) pelo Instituto Educacional Santa Catarina e mestranda em Cirurgia e Pesquisa Experimental (CIPE) pelo Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da Universidade do Estado do Pará. Atuou como docente na Universidade do Estado do Pará e Faculdade Gamaliel além de ter atuado como Enfermeira das Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica e Neonatal do Hospital Regional de Tucuruí.

Downloads

Publicado

02.05.2021