ESTADO ATUAL DA SITUAÇÃO TERRITORIAL E SUPRESSÃO VEGETAL NO MUNICÍPIO DE ALTAMIRA- PA NO PERÍODO 2015-2021

Autores

  • Anderson Eudoxio Araujo UEPA-Universidade do Estado do Pará
  • Lorena Araujo Almeida
  • Mônica Couto de Araújo
  • Ana Karina Moreyra

Resumo

As atividades antrópicas tem como principais consequências ao meio ambiente, a alteração em diversos serviços ecológicos, em que a supressão vegetal é, sobretudo um dos principais impactos que causam o desequilíbrio ambiental. Nesse sentido, a utilização das informações de sensoriamento remoto, colabora para obtenção de diversos dados do espaço físico na contemporaneidade e sua evolução temporal e auxliam na identificação dos locais com alteração na fisionomia vegetal. Com isso, este artigo tem como objetivo, analisar padrões obtidos através do Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI), no município de Altamira-PA, no período de tempo de 2015 a 2021 por meio dos processamentos de imagens fornecidas pelo Serviço Geológico dos Estados Unidos, aliado a uma revisão de literatura sobre o  tema. Com os dados obtidos, foi possível perceber notórias alterações na área do entorno e no centro do município ao longo dos anos, assim como a importância do avanço das geotecnologias para um melhor diagnóstico das condições ambientais.

Palavras-chave: Sensoriamento Remoto. Cobertura Vegetal. Expansão Demográfica.

Biografia do Autor

Lorena Araujo Almeida

Graduando (a) em Engenharia Ambiental e Sanitária - Universidade do Estado do Pará - UEPA, campus Altamira.

Mônica Couto de Araújo

Graduando (a) em Engenharia Ambiental e Sanitária - Universidade do Estado do Pará - UEPA, campus Altamira.

Ana Karina Moreyra

Doutora em Ecologia. Departamento de Engenharia Ambiental. Centro de Ciencias Naturais e Tecnologia. Universidade do Estado do Pará - UEPA, campus Altamira.

Downloads

Publicado

15.06.2022