NADANDO CONTRA A ASMA: Análise da relevância da natação no tratamento de indivíduos com asma.

Autores

  • Gileno Edu Lameira Melo gilenouepa@yahoo.com.br
    UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ
  • Elisângela Freitas elizangela_freitas08@yahoo.com.br
    UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ
  • Andreia Castro Silva Andreiacasttro25@gmail.com
    UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ
  • Milkeson Mendes Souza milkson.souza@gmail.com
    UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ

Resumo

O presente estudo teve como objetivo analisar a influência da natação no tratamento coadjuvante de pessoas com asma, bem como sua contribuição para melhora da qualidade de vida. A metodologia utilizada foi uma revisão bibliográfica baseada em livros, artigos científicos, revistas e sites especializados, e teve como base autores renomados como Kerbej (2002), Oliveira (2011), Fiks et al., (2009), Miranda; Silva; Silva (2013) entre outros. Estima-se que no mundo inteiro cerca de 300 milhões de pessoas sofram de asma, essa doença é considerada um problema de saúde pública, sendo responsável por cerca de 192.601 internações e 2500 mortes a cada ano somente no Brasil. Vários são os tratamentos, tendo também, a natação, que se revela uma excelente opção de tratamento auxiliar, visto que a mesma provoca uma melhora nos músculos respiratórios, nas funções pulmonares do indivíduo com asma, bem como diminuição nas limitações das atividades diárias, o que consequentemente afeta o nível de qualidade de vida do mesmo. Portanto, conclui-se que a prática da natação contribui de forma relevante no tratamento coadjuvante de asmáticos, e a mesma não só possibilita uma diminuição no número de crises, como possui a capacidade de melhorar a qualidade de vida de indivíduos diagnosticados com asma.

Biografia do Autor

Gileno Edu Lameira Melo, UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ

Departamento de Desporto, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde,

Elisângela Freitas, UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ

Graduada em Licenciatura em Educação Física pela Universidade do Estado do Pará (UEPA)

Andreia Castro Silva, UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ

Discente do curso de Licenciatura em Educação Física pela Universidade do Estado do Pará (UEPA)

Milkeson Mendes Souza, UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ

Discente do curso de Licenciatura em Educação Física pela Universidade do Estado do Pará (UEPA)

Referências

ABRA/MG - Associação Brasileira de Asmáticos Regional Minas Gerais. Disponível em: <http://tudosobreasma.wordpress.com/2012/02/20/a-asma-ainda-e-causa-de-morte-no-brasil-e-no-mundo/> Acesso em: 27/10/2014.

ABRANTES, G. M. Manual de orientação para professores de adolescentes do município de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro. Tese de Doutorado, 2006. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

AMORIM, M. M; DRACOULAKIS, S.; FERNANDES, A. L. G Escarro induzido na asma: implicações diagnósticas e terapêuticas. Pneumologia Paulista v. 27, n.1/2013

ANDRADE, C. R. de; CHATKIN, J. M.; CAMARGOS, P. A. M. Avaliação do grau de controle clínico, espirométrico e da intensidade do processo inflamatório na asma. Jornal de Pediatria. Rio de Janeiro V. 86, n. 2, p.93-100, a. 2010.

BACHA, P. M. Impacto do programa de educação em asma na qualidade de vida de crianças asmáticas. (Dissertação de Mestrado em Ciências Médicas)2006.Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2006.

BERNARD, A. Asma e natação: pesando os benefícios e os riscos. Jornal de Pediatria. Rio de Janeiro. Vol. 86, Nº 5, 2010.

BRASIL, Ministério da Saúde. Consulta pública nº 31. 2010. Disponível em:http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/sas/2010/cop0031_26_08_2010.html> Acesso em:14/10/2014.

BRITO, L. F; COSTA, E. A. S; PIMENTEL, A. F. Asma e educação física escolar. 2013. 29 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Faculdade de Educação e Artes, Universidade do Vale do Paraíba, Jacareí, SP, 2013.

Diretrizes da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia para o manejo da asma. Jornal Brasileiro de Pneumologia. V.38, N°1, p. 1-46 Abril, 2012. Educação Física – Natação Paraolímpica. Brasília – DF, 2006.

ESTEVES, L. M. Z. S et al. Respostas cardiovasculares Pós-Exercício de Natação. Rev. Bras. Med. Esporte. Niterói, V.16, N°6. p. 418-421, dez. 2010.

FIKS, I.N. et al. Frequência de sintomas de asma e de redução da função pulmonar entre crianças e adolescentes nadadores amadores. Jornal Brasileiro de Pneumologia, Brasília, V. 35, n. 3, p. 206-212, 2009.

GERRITSEN, J. Follow-up studies of asthma from childhood to adulthood. Paediatric Respiratory, 2002. Reviews. V. 3, p.184-192.

GINASTHMA - Global initiative for asthma management and prevention National Institutes of Health, Bethesda, V. 95 p. 36-59, 2002.

GUALDI, F. R. Asma e os benefícios da atividade física. Revista Digital, ano 10, n. 72, maio. 2004. Disponível em http://www.efdeportes.com. Acesso em: 5 ago.2014.

HETZEL, J.L.; SILVA, L.C.C da.; SILVA. L.M.C da. Asma brônquica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008.

KERBEJ, F. C. Natação algo mais que 4 nados. Barueri-SP: Manole, 2002.

KUSCHNIR FC. et al. Asma em escolares de 13 e 14 anos do Município de Nova

Iguaçu, Rio de Janeiro, Brasil: estimativas de prevalência, gravidade e diferenças de gênero. Caderno de Saúde Pública, Rio de Janeiro, 23(4): 919-926,

Iguaçu, Rio de Janeiro, Brasil: estimativas de prevalência, gravidade e diferenças de gênero. Caderno de Saúde Pública, Rio de Janeiro, 23(4): 919-926, abril, 2007.

LANG, D. M.; et al. Atividade física em crianças com asma em idade escolar. Pediatrics, V.113, N°4, p.341-346, abril, 2004.

LUSTOSA, G. M. M.; BRITTO, M. C.A.; BEZERRA. P.G. M, 2011. Manejo de crises asmáticas em crianças: conhecimento de profissionais de saúde quanto ao tópico em hospitais-escola do Recife (PE). 2011. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-37132011000500004>. Acesso em 13/05/2014.

MENDONÇA, S. L; RIBEIRO NETO, N. C; VARGAS, S. C. Ginástica respiratória associada à natação para melhoria da função pulmonar em crianças portadoras de asma brônquica. Revista Saúde e Pesquisa, v. 3, n. 3, p. 291-296, set./dez. 2010 - ISSN 1983-1870.

MIRANDA, A. D. de; SILVA, L. D. A. R. da; SILVA, V. da. Os benefícios da natação em crianças asmáticas. 2013. 36 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) – Faculdade de Educação e Artes, Universidade Do Vale Do Paraíba, São José dos Campos, SP, 2013.

MOISÉS, M. P. Atividades físicas para asmáticos. São Paulo, SP: Manole, 2007.

NEVES, D. N. A. Influência da natação da qualidade de vida do jovem asmático.

Dissertação de mestrado. Faculdade de Ciências e do Desporto de Educação Física da Universidade do Porto, 2005.

NOGUEIRA, K. T.; SILVA, J. R. L.; LOPES C. S. Qualidade de vida em adolescentes asmáticos: avaliação da gravidade da asma, co-morbidade e estilo de vida. Jornal de Pediatria, Porto Alegre, v. 85, n. 6, p. 523-530, nov./dez. 2009.

OLIVEIRA, P. R. Natação terapêutica para asmáticos. São Paulo: Phorte, 2011.

ROSIMINI C. Benefits of swim training for children and adolescents with asthma. J Am Academy of Nurse Practioners V. 15, N°6, p. 247 – 52. June, 2003.

SOARES, P. G; JUVENCIO, J. F. A natação enquanto forma de fisioterapia respiratória. R. Est. Pesq. Educ. Juiz de Fora, V. 12, N° 1, jan./jun. 2010.

NOGUEIRA, K. T. Avaliação da qualidade de vida entre adolescentes asmáticos. (Tese de Doutorado em Saúde Coletiva), 2007. Rio de Janeiro: Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2007.

TEIXEIRA, L.R. Atividade física adaptada e saúde: da teoria à prática. São Paulo: Phorte, 2008.

WICHER, I. B.; et al Avaliação espirométrica e da hiper-responsividade brônquica de crianças e adolescentes com asma atópica persistente moderada submetidos à natação. Jornal de Pediatria. Rio de Janeiro, V.86, n. 5, p.384-390, out. 2010.

Downloads

Publicado

24.07.2019
Métricas
  • Visualizações do Artigo 630
  • PDF downloads: 261

Edição

Seção

Revisões