A formação da criança leitora e mitologia brasileira

Autores

  • Myrian da Silva Carvalho Universidade Popular
  • Ana Cristina Cury Teodoro de Oliveira FAEL

Resumo

                           A intenção deste trabalho é refletir sobre a relação Há entre o educando e o  ato de ler. O objeto de estudo localiza-se na experiência de estágio no Programa Mais Educação do Governo Federal, no período de junho à dezembro de 2016, entre educandos com a idade de 09 à 14 anos de idade. A Escola da Rede Estadual “Fé em Deus”, instituição que atende uma área de periferia da cidade de Belém, Pará, com ensino fundamental e médio, foi o locus do estudo.  Recorremos às teorias de Barry J. Wadsworth, Piaget, L. S. Vygotsky, Paulo Freire, Darcy Ribeiro. Focamos o estudo em três aspectos: 1. Na apresentação de dificuldades diárias dos educandos, com a prática de leitura exigida em suas atividades de classe; 2. No questionamento que leva ao desinteresse por esta atividade; 3. Os resultados alcançados em atividades a partir do uso da mitologia indígena brasileira, como proposta estimuladora.

Biografia do Autor

Ana Cristina Cury Teodoro de Oliveira, FAEL

Myrian da Silva Carvalho, Pedagoga/FAEL, Formadora artesã no Projeto Tecelã. Atuou  como educadora Na escola de Emaús. Atua há três anos na Universidade Popular/UNIPOP em projetos sociais ligados à educação de adolescentes e jovens.

Downloads

Publicado

20/05/2021