O JOGO DA TRILHA PEDAGÓGICA NA UNIDADE ESCOLAR ABRIGO JOÃO PAULO II: SENTIDOS DA APRENDIZAGEM NAS INTER-RELAÇÕES PESSOAIS E INCLUSIVAS

Autores

  • Délcia Pereira Pombo UEPA
  • Ana Rita Fontes

Palavras-chave:

Classe Hospitalar. Trilha Pedagógica. Mitos Amazônicos. Educação Inclusiva

Resumo

Este artigo se deu a partir das experiências vivenciadas na
Unidade Escolar Abrigo João Paulo II no decorrer do ano letivo
de 2015 e integraram o projeto "Saberes das águas: um banho
de cheiro amazônico". Dentre as ações encaminhadas no
período se propôs a articulação de jogos em interface com a
proposta curricular na modalidade EJA. Esta ação consiste em
trabalhar teoria e prática em trilhas pedagógicas elaboradas
pelos professores do Abrigo em perspectiva interdisciplinar
aplicada na Semana dos VII Jogos Internos do Abrigo, com
o tema "Os jogos e os mitos amazônicos". Entende-se que a
trilha é uma metodologia que estimula de forma prazerosa e
motivadora a partilha de conhecimentos, além de ser um jogo
que tem características específicas, como os vínculos que
se estabelecem entre as equipes, os sentidos aguçados na
realização da jogada, a concentração gerada pelo interesse e
curiosidade, o espírito de cooperação com participação ativa e
eficaz dos envolvidos na dinâmica, entre outras particularidades
que visam a influenciar positivamente o desempenho escolar
e inclusão do aluno em ambiente hospitalar. O objetivo da
utilização desse instrumento lúdico-pedagógico incidiu no
desenvolvimento cognitivo e social dos alunos a partir dos
mitos que permeiam o imaginário amazônico.Percebe-se que
a troca de saberes entre os grupos favorece a aprendizagem
de forma produtiva e com êxito na assimilação dos conteúdos.
Cientes de que os jogos exercem fascínio e consistem em
resolver os desafios, os participantes formaram duas equipes e receberam instruções no início das etapas da presente
modalidade. Coube aos professores intermediar a atividade
empregando um recurso didático de maneira divertida em um
processo dinâmico e eficaz na inter-relação entre os sujeitos
em que é possível ensinar e aprender brincando.

Downloads

Publicado

13/02/2017