PRESENÇA EVANGELICA NO BRASIL ATUAL: Remédio ou veneno?

Autores

  • Gedeon Freire Alencar Doutor em Ciências da Religião e em Estágio de Pós-Doutorado no PPGCR PUC-SP

Palavras-chave:

Religião, Política, Pentecostalismo

Resumo

A pluralidade evangélica é, dialeticamente, causa e efeito da pluralidade cultural brasileira - e, genericamente, de um mundo onde ideias absolutas e fixas não tem mais espaço. Por isso, os mais de quarenta milhões de evangélicos no Brasil, fracionados em milhares de grupos e com interesses distintos, influem positivamente para o aprimoramento da democracia. Mas ironicamente também o fortalecimento de um ethos com pretensão "divina", potencialmente totalitário, pode vir a ser o ovo da serpente de uma corruptela, de um Talibã Gospel. Nesse álbum ainda faltam muitas figuras; e a realidade política, não somente no Brasil, é muito dinâmica. Muita coisa pode piorar ou melhorar... E esses conceitos valorativos são muito subjetivos, já que o que para alguns é "melhor" pode ser para outros "pior" - e vice versa, ainda mais se tratando de protestantes, haja vista que se não houvesse dissenso não seriam chamados protestantes

Downloads