A REFORMA PROTESTANTE: CONSIDERAÇÕES ACERCA DE SEU SURGIMENTO E DE SUA EXPANSÃO

Autores

  • Vasni de Almeida

Resumo

Propomos a refletir, na perspectiva histórica, sobre temas caros ao protestantismo, que em outubro de 2018, completou 500 anos. Discorremos sobre a mentalidade religiosa que impactava as ações dos primeiros reformadores; sobre as mudanças econômicas, políticas e culturais que carregaram as marcas de um formato religioso marcado liberdade de crer e de acumular sem defender, todavia, a igualdade social; sobre uma expansão religiosa negava muitos direitos que proclamava; sobre a delegação ao Estado da ordem social tida como ideal pelos protestantes. Faremos isso a partir de leituras de historiadores que levam em consideração a cultura, o cotidiano e a mentalidade como método de análise. Buscamos apontar as reflexões que auxiliam na compreensão nas mudanças processadas no cristianismo moderno.
Palavras-chave: Religião, Sociedade, Protestantismo, Modernidade.

Biografia do Autor

Vasni de Almeida

Professor do Curso de História da Universidade Federal do Tocantins, UFT, Campus de Porto Nacional. Membro da Associação Brasileira de História das Religiões, ABHR, desde 1999.

Referências

ARMSTRONG, Karen. Campos de sangue: religião e a história da violência. São Paulo: Companhia das Letras, 2016.

AZEVEDO, Fernando de. A transmissão da cultura. São Paulo: Melhoramentos, 1976.

BEZERRA DA SILVA, Ivanilson. Horace Lane e a formação de uma rede de escolas americanas no Brasil (1885-1912). Mnemosine Revista, vol. 7 n. 3, jul. 2016. Disponível em: http://docs.wixstatic.com/ugd/101348_35674809d220404893ce6eb39dbb82db.pdf. Acesso em 2O de març. 2018.

CALVANI, Carlos Eduardo B. A educação no projeto missionário do protestantismo no Brasil. Curitiba: Revista Pistis Prax, v. 1, n. 1, 2009. Disponível em: file:///C:/Users/USU%C3%81RIO/Downloads/10730-17213-1-SM.pdf. Acesso em 18 de fev. de 2018.

CAMBI, Franco. História da Pedagogia. São Paulo: Editora da Unesp, 1999.

DELUMEAU, Jean. Nascimento e afirmação da Reforma. São Paulo: Pioneira, 1989.

FEBVRE, Lucien. Martinho Lutero: um destino. São Paulo: Três Estrela, 2012.

FERREIRA, Valdinei Aparecido. Protestantismo e Modernidade no Brasil. São Paulo: USP, Tese de Doutorado em Sociologia, 2008. Disponível em: file:///C:/Users/USU%C3%81RIO/Downloads/TESE_VALDINEI_APARECIDO_FERREIR A%20(2).pdf. Acesso em: 18 de out. de 2017.

MANACORDA, Mario Alighiero. História da Educação: da antiguidade aos nossos dias. São Paulo: Cortez, 2002.

RAMALHO, Jether Pereira. Práticas educativas e sociedade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.

SILVA, Elizete da. A Reforma Protestante e o mundo moderno. In: SILVA, Elizete da; SANTOS, Lyndon de Araújo; ALMEIDA, Vasni de. Os 500 anos da Reforma Protestante no Brasil: um debate histórico e historiográfico. Curitiba, PR, Editora CRV, 2017.

SILVA, Elizete da; SANTOS, Maria do Carmo Souza. Colégios batistas no Brasil: instrução, evangelização e disputas no campo religioso. Mnemosine Revista, vol. 7 n. 3, jul. 2016. Disponível em: http://docs.wixstatic.com/ugd/101348_35674809d220404893ce6eb39dbb82db.pdf. Acesso em 22 de març. 2018.

VALENTIN, Ismael Forte. A Reforma Protestante e a Educação. Piracicaba, SP: Revista de Educação do Cogeime, ano 19, n. 37, jul/dez 2017. Disponível em: https://www.redemetodista.edu.br/revistas/revistascogeime/index.php/COGEIME/issue/view/5/showToc. Acesso em 18 de out., 2017.

VIEIRA, Cesar Romero; SOARES, Thais Gonsales. A presença de escolas protestantes na educação brasileira do final do século XIX. Mnemosine Revista, vol. 7 n. 3, jul. 2016. Disponível em: http://docs.wixstatic.com/ugd/101348_35674809d220404893ce6eb39dbb82db.pdf. Acesso em 2O de març. 2018.

Downloads

Edição

Seção

Artigos do Dossiê