NOVAS PRÁTICAS NO CONTEXTO CATÓLICO DE SE PENSAR A SAÚDE E A RELAÇÃO COM O DIVINO À LUZ DA CONCEPÇÃO ORIENTAL

Autores

  • Milena Maria de Sousa Silva

Resumo

Através da utilização de uma técnica terapêutica de cura, denominada de bioenergia pelas irmãs da congregação do Preciosíssimo Sangue no Município de Capanema/PA se percebe uma tendência de medicina alternativa que faz aproximação aos ideais holísticos sobre a concepção de saúde/doença por parte da igreja católica. Assim, a pesquisa justifica-se pelo interesse de uma análise mais aprofundada de novas práticas do contexto católico que possui uma diferenciação em se pensar a relação com o divino; com o presente estudo objetiva-se expandir o conhecimento acerca da diversidade de expressões de cunho religioso na região amazônica, especificamente, ao que se relaciona ao universo da saúde pela perspectiva religiosa que se aproxima da oriental.
Palavras-chave: Catolicismo. Saúde. Holístico. Concepção Oriental.

Biografia do Autor

Milena Maria de Sousa Silva

Mestre em Ciências da religião pela Universidade do Estado do Pará, possui graduação em História (bacharel e licenciatura) pela Universidade Federal do Pará

Referências

CAVALCANTI, Raissa. O Retorno do Sagrado: a reconciliação entre ciência e espiritualidade. São Paulo: Ed. Cultrix, 2000.

CROATTO, Severino. As linguagens da experiência religiosa: uma introdução à fenomenologia da religião. São Paulo: Paulinas, 2001.

DOMEZI, Maria Cecilia. Religiões na História do Brasil. São Paulo: Paulinas, 2015.

ELIADE, Mircea. Mito e Realidade. São Paulo: Editora Perspectiva, 1972.

______. O sagrado e o profano: a essência das religiões. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

GUERRIERO, Silas. Novos Movimentos Religiosos: o quadro brasileiro. São Paulo: Paulinas, 2006.

LOWEN, Alexander. Bioenergetica. Milano: Feltrinelli Editore, 1996.

OLIVEIRA, Elda Rizzo de. O que é medicina popular. São Paulo: Abril Cultural, 1985.

SANCHIS, Pierre. Fiéis e cidadãos: percursos de sincretismo no Brasil. Rio de Janeiro: UERJ, 2001.

SANCHIS, Pierre (org.). Catolicismo: unidade religiosa e pluralismo cultural. São Paulo: Loyola, 1992.

GUERRIERO, Silas. “Problemas Urbanos e eficácias rituais”. In: A Fé na Metrópole: desafios e olhares múltiplos. João Décio Passos e Afonso Maria Ligorio Soares (orgs.) São Paulo: Paulinas./Educ. 2009. p.369-394.

CAMPBELL, C. A Orientalização do Ocidente: reflexões sobre uma nova teodicéia para um novo milênio. Religião e Sociedade, n. 18/1, ago. 1997.

CAMPOS, Ipojucan Dias. Complexidades do domínio religioso. Revista Estudos Amazônicos, vol. X, nº 1. 2014. p. i-vii.

CARMUÇA, Marcelo Ayres. Secularização e reencantamento: a emergência dos novos movimentos religiosos. In: BIB, São Paulo, n° 56,2003, p. 55-69.

SIQUEIRA, Deis. Novas religiosidades na capital do Brasil. Tempo Social; Rev. Sociol. USP, S. Paulo, 14 (1): 177-197, 2002.

TEIXEIRA, E. Reflexões sobre o paradigma holístico e holismo e saúde. Rev. Esc. Enf. USP, v.30, n.2, p. 286-290, ago. 1996.

Padre cuiabano se diz perseguido por uso do método popular de curar doenças. In: PORTAL MATO GROSSO, 2011, p. 1. Disponível em: <http://www.portalmatogrosso.com.br/ultimasnoticia/padre-cuiabano-se-diz-perseguido-por-uso-do-metodo-popular-de-curardoencas/20718>. Acesso em: 17/09/2017.

Downloads

Edição

Seção

Artigos do Dossiê