ESPIRITISMO E XAMANISMO: UM DIÁLOGO POSSÍVEL

Autores

  • Luis Paulo dos Santos de Castro

Palavras-chave:

Espiritismo, xamanismo, literatura, religião.

Resumo

Este artigo pretende discutir a hipótese de o Espiritismo carregar dentro de seu corpo doutrinário/literário vários elementos xamânicos, para isto observa-se a história da formação do Espiritismo no século XIX e sua literatura especifica posterior, já no Brasil do século XX de autoria de um dos principais místicos desta doutrina, Chico Xavier. Aborda-se principalmente a cosmologia espírita em comparação com cosmologias indígenas da América do Sul. Vários elementos xamânicos em comum foram detectados e notou-se um forte discurso espírita de afastamento do contexto cultural xamânico indígena, julgando tais crenças como primitivas, sendo que este não corresponderia ao ideal evolucionista da doutrina espírita.

Biografia do Autor

Luis Paulo dos Santos de Castro

Mestre em Ciências da Religião (UEPA); especialista em História Contemporânea (FIBRA); licenciado em História (FIBRA).

Referências

ALMEIDA, A. M. at all. Cirurgia spiritual: uma investigação. Ver. Ass. Med. Brasil 2000; 46(3): 194-200.

CAMURÇA, Marcelo Ayres. Entre o carma e a cura: Tensão constitutiva do Espiritismo no Brasil. PLURA, Revista de Estudos de Religião, vol. 7, nº 1, 2016, p. 230-251.

CASTRO, Luis Paulo dos Santos. A Origem das Raças pela Sociedade Teosófica: uma análise da literatura teosofista. Revista Diversidade Religiosa, João Pessoa, v. 6, n 1, 2016, p. 80-105. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/dr/article/view/31411 Acesso: 20/12/2017.

___________________________. Eurocentrismo dos Clássicos em Estudos da Religião. Revista Labirinto, Ano XVII, vol. 26 (jan-Mar), 2017, p. 72-90. Disponível em: http://www.periodicos.unir.br/index.php/LABIRINTO/article/view/2124 Acesso em: 20/12/2017.

Downloads

Edição

Seção

Artigos do Dossiê